• 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
    • Texto e Foto

    Clarão no céu do Acre não era meteorito, diz astrônomo

    Há 9 meses 28/01/2018


    • 1
    • 1
    #INUSITADO

    Rio Branco (AC) - Após a notícia, ontem, sobre a possível queda de um meteorito em uma região isolada de Pucallpa, no Peru, na fronteira com Cruzeiro do Sul, no Acre, uma nova informação veio à tona neste domingo. O astrônomo Marcelo de Cicco, pesquisador tecnologista do Inmetro e coordenador do Projeto Exoss do Observatório Nacional, com sede no Rio de Janeiro, especializado em monitoramento e notícias sobre cometas e asteróides, informou em entrevista ao site ac24horas, por telefone, depois de uma minuciosa pesquisa da equipe do projeto,ainda na noite de ontem, que o que caiu na Amazônia peruana foram restos de um foguete da indústria aeroespacial russa.

     

    O satélite de comunicações (AngoSat 1 CommunicationsSatellite) foi lançado pelos russos no dia 27 de dezembro do ano passado,informou o astrônomo. A equipe coordenada por Marcelo de Cicco teve acesso aosvídeos gravados na cidade de Cruzeiro do Sul e após horas de pesquisa einformações oficiais de portais internacionais de monitoramento sobre o temachegou à conclusão de que se trata de lixo espacial.

     

    “São restos do foguete lançador do satélite AngoSat 1Communications Satellite. Isso acontece sim. É próprio da estratégia delançamento de satélites. O foguete lança o satélite lá em cima, o últimoestágio abre, manda o satélite para ser recolocado e eles já propositalmentecalculam que aquele resto do foguete, aquele estágio, eles já calculam pra queele queime na atmosfera depois de algum tempo”, explica.

     

    *Com informações do site AC 24h

     

    Foto:reprodução internet


    MAIS IMEDIATO