• 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
    • Texto e Foto

    Modelo Cívico em escolas da Rede Pública rende homenagens

    Há 3 semanas 23/10/2018


    • 1
    • 7
    #EDUCACAO

    Manaus- AM | Na manhã desta terça-feira (23/10), foi realizada na Escola Municipal Desembargador Oyama Ituassu, no bairro de Santa Etelvina, zona norte de Manaus, a cerimônia oficial do Projeto Escola Segura e Cidadã sendo a sétima instituição de ensino da capital a receber o projeto.

     

    De acordo com a direção da instituição de ensino, o rendimento dos estudantes desde que foi implantado o projeto, há quase três meses, da faixa etária dos 6 aos 17 anos, do primeiro ano do ensino fundamental até o último ano do ensino médio, tem sido significativo. Os alunos em sua maioria são da zona rural, apenas alguns deles residem no conjunto Viver Melhor, e muitos precisam acordar diariamente às 5h da manhã, devido a precisarem de rota.

     

    O projeto é coordenado pelo tenente-coronel Marcus Vinícius de Almeida do Comando de Policiamento de Área Norte (CPA-Norte) da Polícia Militar e conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Maçonaria, Rotary Club e grupo de escoteiros. Essa integração entre diferentes instituições voltadas para o combate à criminalidade e ao tráfico de drogas são estratégias do Programa GuardiAM 24 Horas, coordenado pelo secretário Extraordinário do Estado do Amazonas, coronel da Polícia Militar Walter Cruz.

     

    Os alunos que participam do projeto têm rotinas que melhoram o desenvolvimento emocional e a aprendizagem. Para o secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP/AM), coronel da Polícia Militar Amadeu Soares Júnior, a iniciativa ajuda a combater a criminalidade, mas enfatiza que a família não pode deixar de cumprir o seu papel. “Estamos estimulando as crianças ao caminho do bem, mas a boa educação vem de casa e eu sou da época em que os nossos professores são a nossa referência, após os nossos pais e responsáveis”, afirmou o secretário de Segurança, acrescentando que o senso de civismo estimula as crianças a se tornarem melhores filhos e cidadãos.

     

    Após a implantação do modelo de gestão cívica as notas dos alunos aumentaram e o abandono escolar diminuiu. Ao todo, são 169 escolas públicas atendidas de alguma forma pela iniciativa, seja com realização de palestras, visitas de policiais militares e acompanhamento da entrada e saída dos estudantes nas instituições de ensino. Estudantes, policiais e pais que tiveram alto desempenho no Escola Segura e Cidadã foram homenageados na escola com placas, aplausos e palavras de gratidão.

     

    O coronel Walter Cruz, secretário de Estado extraordinário menciona com orgulho que hoje os estudantes que fazem parte do modelo cívico não precisam mais esconder dos pais os boletins “Com a gestão cívica, os alunos são estimulados a obter melhores notas, a ter disciplina, assiduidade, engajamento na escola, ordem, hierarquia, responsabilidade e organização nos estudos. Os que recebem lenços de cores diferentes. São as graduações que lembram as patentes dos militares” finaliza Cruz.


    MAIS IMEDIATO