• 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
    • Texto e Foto

    População de Codajás invade delegacia para matar assassino de cabeleiro conhecido como Dijá

    Há 1 semana 31/10/2018


    • 1
    • 3
    #LATROCINIO

    AMAZONAS - Na noite desta terça-feira, (30/10), a população do município de Codajás, distante 315 km, da cidade de Manaus, invadiu a delegacia da localidade na intenção de matar Mailson  acusado de matar o  cabeleireiro Dijá Cleuson dos Santos, 40, na madrugada do último domingo, 28, vitima de latrocínio dentro de sua própria casa na sede do município de Codajás.


    O autor do roubo seguido de morte foi o Mailson, que foi preso no começo da tarde desta terça-feira, 30, e já confessou a autoria do latrocínio. Mailson usou uma tesoura para aplicar golpes profundos no peito e no pescoço do cabeleireiro.


    Depois de matar Dijá em cima de sua cama, Mailson fugiu levando sua bolsa contendo dinheiro, documentos pessoais e o cartão da conta corrente do cabeleiro. O assaltante ainda foi a agência bancária de Codajás e tentou sacar dinheiro da conta do cabeleireiro mas não conseguiu.


    A polícia de Codajás descobriu logo no começo da investigação quem era o principal suspeito do crime e já vinha realizando buscas na sede e na zona rural do município. Mailson Monteiro foi preso durante uma ação de policiais civis e militares de Codajás.


    Segundo informações, o autor do crime estava escondido em um flutuante


    O autor do latrocínio foi levado para a 78ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Codajás, onde confessou o crime, dando todos os detalhes de como matou o cabeleireiro e foi autuado em flagrante delito.


    O cabeleireiro era bastante conhecido em Codajás e sua morte violenta provocou revolta nos moradores da sede do município.


    MAIS IMEDIATO