• 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
    • Texto e Foto

    Preso último foragido do caso PM Portilho

    Há 10 meses 30/12/2017


    • 1
    • 2
    #PMPORTILHO

    Por Waldir Adriano | onlineimediato@gmail.com


    Manaus|AM - A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) prendeu neste sábado (30) o último envolvido no assassinato do soldado da Polícia Militar Paulo Sérgio da Silva Portilho, que tinha 34 anos. Fábio Barbosa de Souza, 28, o "Índio", estava foragido desde o dia da descoberta do corpo do militar, no dia 30 de maio deste ano.

    Segundo o aspirante Francisco Batista, uma equipe da 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) abordou um táxi na rua Atlético Mineiro, no Cidade de Deus, que estava em atitude suspeita. Quando os militares efetuaram sinal sonoro, dentro do carro saíram dois suspeitos, um deles armado. Era "Índio" que confirmou que assaltaria o taxista caso não fosse interceptado.

    O suspeito foi encaminhado inicialmente no 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no Nova Cidade, onde foi constatado que ele era foragido pelo crime de homicídio qualificado, justamente pela morte do PM Portilho. Ele foi encaminhado em seguida à sede da DEHS.

    O penúltimo suspeito do crime foragido, Rodolfo Barroso Martins, 25, o "Gigante", foi preso pela especializada em Goiás no início de novembro.

    Com a prisão de "Índio", a DEHS fecha a lista de envolvidos no homicídio do PM que foram presos. Fábio deve ser apresentado em coletiva de imprensa na próxima segunda-feira (1º).

    Conforme a equipe de investigação da DEHS, além da morte do PM, o homem também tem envolvimento no homicídio do cantor Melvino de Jesus Júnior, executado em abril deste ano no município de Codajás.

    Pelo menos 15 pessoas foram indiciadas pelo homicídio do PM, entre elas três adolescentes.

    O crime

    O corpo do militar foi encontrado no dia 30 de maio deste ano. Estava enterrado em uma cova rasa da invasão Vila Buritizal, bairro Nova Cidade, zona norte da capital. 

    Paulo Sérgio estava desaparecido desde o dia 26 quando havia saído de uma pizzaria e estaria a caminho de casa.

    Segundo peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científico (DPTC), a vítima apresentava sinais de tortura.

    Foto: Reprodução/PCAM/PMAM


    MAIS IMEDIATO