• 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
    • Texto e Foto

    Situação dos migrantes venezuelanos foi debatida na manhã desta segunda-feira em oficina para imprensa

    Há 1 mes 18/09/2018


    • 1
    • 1
    #VENEZUELANOS

    Manaus-Am | Começaram na manhã desta segunda-feira (17/9), em Manaus, as atividades do evento “Refugiados e Migrantes no Amazonas: como acolher e integrar?”. Profissionais de diversos veículos de comunicação do Amazonas se reuniram na oficina "Imprensa no combate à xenofobia contra refugiados e migrantes", ministrada pelos jornalistas Leonardos Medeiros (Conectas Direitos Humanos) e Victória Hugueney (ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados). O evento conta com o apoio da Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam).


    O encontro ressaltou a importância da imprensa e o seu papel social de informar a sociedade. Também tratou de temas como Direitos Humanos; perfil da migração venezuelana; combate à xenofobia; e a nova Lei de Migração (Lei 13.445/2017), que entende o migrante como sujeito de direitos, elimina a discriminação e garante aos migrantes os mesmos direitos humanos assegurados aos brasileiros. A oficina foi realizada pela Rede de Capacitação a Refugiados e Migrantes, com o apoio da Embaixada do Canadá no Brasil.


    Nesta terça-feira (18/9), a partir das 8h30, na Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam), acontece o simpósio sobre a temática aberta ao público. Outras informações: http://escola.mpu.mp.br/h/rede. 



    A atividade é realizada pela Rede de Capacitação a Refugiados e Migrantes em parceria com o comitê realizador local, formado pela Procuradoria da República no Amazonas, Ministério Público do Trabalho no Amazonas, Defensoria Pública da União no Amazonas, instituições públicas envolvidas no processo de atenção ao refugiado ou migrante e organizações não governamentais.  


    Foto: Divulgação


    MAIS IMEDIATO