Amazonas já imunizou 115 mil idosos contra a influenza

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM I A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza já imunizou 106.468 idosos contra a gripe no Amazonas, segundo dados divulgados pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), nesta quinta-feira (02/04). As doses aplicadas correspondem a 49,13% do total de maiores de 60 anos no Estado a quem está destinada essa primeira fase da campanha.

Publicidade

A vacinação foi antecipada em todo o país, devido à evolução do novo coronavírus (SARS-CoV-2), causador de Covid-19. A população de idosos total no Estado é de 216.699.
Entre os municípios com maior quantidade de doses aplicadas estão Manaus (72.262), Itacoatiara (4.276), Coari (3.504), Careiro da Várzea (1.603) e Autazes (1.289). A campanha está em andamento em todas as cidades do interior do Estado desde o dia 23 de março de 2020 e segue até 22 de maio de 2020.

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, reforça a adesão desse grupo prioritário. “Cada secretaria municipal de Saúde está realizando estratégias para intensificar a vacinação aos idosos, mas é essencial ter a adesão à campanha”, alertou.

De acordo com a coordenadora estadual do Programa Estadual de Imunização da FVS, Izabel Nascimento, os profissionais de saúde estão em campo realizando a campanha, e aproximadamente 27% dos municípios do Amazonas ainda não cadastraram as informações sobre cobertura vacinal dessa primeira etapa de campanha contra a influenza. “Os dados são parciais, e sendo atualizados pelos municípios na medida do possível, em frente ao esforço coletivo em vacinar os idosos o mais precocemente”, informou.

Mas Izabel salienta a importância que os municípios repassem as informações para o Estado para que seja possível avaliar de forma mais precisa o cenário de vacinação no interior do Estado.

“Sabemos de todos os transtornos que há para que cheguem essas vacinas até os nossos municípios, mas precisamos vacinar, principalmente, a nossa população idosa que precisa e deve ser imunizada”, afirmou a coordenadora estadual do Izabel.

Lotes – O Estado do Amazonas recebeu, na sexta-feira (27/03), um novo lote com 95.660 doses de vacina para influenza. As doses serão destinadas para a imunização dos profissionais de saúde, que compõe, junto com os idosos, o grupo prioritário da primeira fase da campanha de vacinação.

A distribuição das doses já foi iniciada, e, até esta quarta-feira (01/04), secretarias de Saúde de 29 municípios já tinham recolhido os lotes. O Estado vai receber, nos próximos dias, um novo lote de vacinas para a segunda fase da campanha, que inicia no dia 16 de abril e vai atender professores das escolas públicas e privadas e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Novo Boletim de SRAG – A FVS divulgou, nesta quinta-feira (02/04), a quinta edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado do Amazonas, que corresponde à análise de notificação de novembro de 2019 até o dia 2 de abril de 2020.

Segundo o boletim, foram notificados, até o momento, 500 casos de síndromes respiratórias severas que têm levado à internação e também à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais da rede pública e privada. Destes, foram internados 73 casos por vírus respiratórios, sendo identificados 24 casos provocados por adenovírus, 16 casos de influenza B, 13 para Vírus Sincicial Respiratório (VRS), 10 para metapneumovírus, seis para influenza A (H1N1) e quatro para parainfluenza 1.

A FVS informa que no total foram registrados, a partir de novembro, 45 óbitos por SRAG. Desses, dez foram por vírus respiratórios e 35 por outras síndromes respiratórias. Dos dez óbitos todos são residentes de Manaus, cinco adenovírus, três por influenza B, um por Vírus Sincicial Respiratório (VRS) e 1 por metapnemovírus.
Ainda em relação aos óbitos, 80% apresentam pelo menos um fator de risco respiratório, com 66% respectivamente em pacientes idosos, cardiovasculares ou com diabetes, 50% pneumopatas e 16% em crianças de 1 a 4 anos.

Receba a seleção das melhores notícias