Oscilação nos valores de combustível compromete emprego de Frentistas
Imagem: Pablo Medeiros

Oscilação nos valores de combustível compromete emprego de Frentistas


Manaus | Na manhã deste sábado (13), o Sindicato dos Trabalhadores nos Postos de Combustíveis emitiu nota à imprensa sobre a situação a qual a classe vem passando com as divulgações de informações sobre as oscilações nos valores do combustível, segue a nota :

NOTA DE REPÚDIO À CAMPANHA DIFAMTAÓRIA AO SETOR DE COMBUSTÍVEL

O Sindicato dos Trabalhadores nos Postos de Combustíveis vem a público repelir a campanha difamatória que algumas entidades oficiais vêm fazendo com o objetivo claro de incitar a opinião pública contra a categoria de revenda de produtos derivados de petróleo no Estado do Amazonas.
Trata-se de acusações genéricas e infundadas, típicas de período pré-eleitoral, que demonstram desconhecimento da regulação desse mercado complexo, denigrem a imagem institucional dos revendedores e diminuem a dignidade dos empresários do setor que contribuem sobremaneira com o Estado do Amazonas na geração de impostos, além de emprego e renda para milhares de cidadãos.
Nesse sentido, o Sindicato repudia veementemente a campanha sórdida desferida em face do empresariado do setor, notadamente nesse momento em que o país passa por grandes ajustes fiscais e tributários.
Além de nossa solidariedade, registramos a certeza de que a Justiça será feita, e todas essas denúncias caluniosas serão esclarecidas e rejeitadas, restabelecendo a verdade dos fatos e o funcionamento do livre mercado, diante da convicção de que as instituições oficiais e a opinião pública farão o julgamento justo, ético e isento de viés político.
Nossa preocupação maior é que o controle inconstitucional de preços ao final causará a demissão em massa dos trabalhadores em postos de combustíveis, pois estes são a parte mais frágil da cadeia de revenda de combustíveis. Assim, caso seja concretizado tal controle indevido, certamente os revendedores de combustíveis procuraram reduzir custos, sendo os funcionários os primeiros a serem afetados em seus empregos e salários, ainda mais se lembramos que está tramitando no congresso nacional projeto de lei para autorizar a venda de combustíveis na forma auto atendimento, sem a necessidade de frentistas.
Em qualquer panorama seremos os mais afetados, por isso nos manifestamos através dessa nota de repudio de forma a proteger nossos empregos e impedir que tal ilegalidade se concretize.
Por fim, reafirmarmos nossa convicção de que o setor não interfere nas relações de mercado, não orienta, nem sugere ou determina preços e outras condições comerciais de associados em respeito e zelo à livre iniciativa e concorrência.
A DIRETORIA
SIND DOS EMPREGADOS EM POSTOS DE SERV DE COMBUSTIVEIS E DERIVADOS DE PETROLEO LOJAS DE CONV LAVA RAPIDO TROCA DE OLEO E COM DE LUBRIFICANTES DO AM.

Deixe uma resposta

AO VIVO 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram