Covid-19: mortes somam 359 no Brasil; Manaus também entra no ‘radar’ do Ministério da Saúde

Insira um URL válido

Manaus – AM | No Brasil, as mortes por causa do novo coronavírus (Covid-19) chegam a 359 e os infectados pelo coronavírus são pouco mais de 9mil.

Publicidade

E cinco capitais brasileiras geram maior preocupação para o Ministério da Saúde (MS) em relação ao aumento no número de casos, sendo Manaus uma delas. No estado, que já registra 12 mortes por Covid-19, a capital tem o maior número de óbitos: 9. Sobre o interior, são duas mortes de pacientes provenientes de Manacapuru e outra de um paciente de Parintins. Com 31 casos novos nas últimas 24 horas, subiu para 260 o número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 no Amazonas, nesta sexta-feira (3/4).

De acordo com ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, a capital amazonense agora também está no centro das atenções da pasta. “Há um natural aumento do número de casos. Há uma preocupação não só com aquelas clássicas (cidades), mas Manaus também entra no nosso radar como um ponto que pode ter as ascendências rápidas de curva, ao lado de Fortaleza, lá no Nordeste, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília. Então a gente vai monitorando.”, disse Mandetta. 

Ainda de acordo com o ministro da saúde, já foram garantidos pelo governo federal 15 respirados mecânicos e enviados para a capital amazonense em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB).

“Esses respiradores que nós conseguimos do Rio (de Janeiro) lá para Manaus. Eu aqui agradeço a Rede D’Or. Foi um pedido meu pessoal a Rede D’Or. Eu não queria tirar os respiradores públicos para mandar para Manaus. Então, eu fiz uma custódia, mandei. A Rede D’Or me cedeu quinze. Mandei para Manaus para atender pontualmente. Depois que atender, chegando, eu consegui colocar, eu devolvo e agradeço.”, explicou Mandetta como foram providenciados os aparelhos. 

Susam informa que cinco pacientes positivos para Covid-19 ocupam leitos de UTI do Delphina

O secretário estadual de Sáude, Rodrigo Tobias, disse na tarde desta sexta-feira (03/04) que cinco casos de pacientes confirmados do novo coronavírus (Covid-19) estão internados na UTI do Hospital e Pronto Socorro Delhpina Aziz, na zona norte de Manaus. Outros 40 leitos de UTI da unidade estão ocupados com pacientes com Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAGs), alguns deles suspeitos para Covid-19 e em investigação.

Rodrigo Tobias disse que relatou a situação ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informando que dos 69 leitos de UTI disponíveis no Delphina para Covid-19, cinco estão ocupados com casos positivos e 40 por pacientes com SRAGs. Ele acrescentou que a remoção desses pacientes depende do quadro de saúde deles e, em alguns casos, da confirmação de que não se trata de Covid-19.

Rodrigo Tobias afirmou que o Governo do Amazonas mantém o esforço para adquirir respiradores para equipar novos leitos de UTI no Delphina Aziz, mas alertou que a pandemia tem imposto limitações a todos os sistemas públicos de saúde. “Nosso sistema de saúde é limitado. Não temos leitos de UTI suficientes para enfrentar a pandemia. E aqui a gente não está se tratando de uma epidemia local, de Zika ou Dengue, a gente está tratando de uma pandemia que está acontecendo no Amazonas, no Brasil, nos Estados Unidos, na Inglaterra, na França, Espanha, Itália etc.”, acentuou Rodrigo Tobias.

O secretário disse, ainda, que os 10 leitos de UTI completos prometidos pelo Ministério da Saúde não virão mais para o Amazonas. “Fizemos a aquisição de mais 50 respiradores que, provavelmente, chegarão até 15 de abril. Falo ‘provavelmente’ porque essa informação pode mudar porque nós estamos fazendo a aquisição dos nossos fornecedores e eles são chineses e a China está confiscando, a depender dos interesses, a sua produção”, alertou.

Amazonas registra mais cinco mortes pelo novo Coronavírus

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) informa que foram confirmados, nesta sexta-feira (03/04), mais cinco óbitos pelo novo Coronavirus (Covid-19). Os cinco óbitos são de três mulheres, as primeiras pacientes do sexo feminino a falecerem por Covid-19 no Amazonas, e dois do sexo masculino. Chega a 12 o número de mortos no estado.

Dentre os cinco casos, o primeiro óbito ocorreu na quinta-feira (02/04) no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Zona Sul. A paciente do sexo feminino, de 72 anos, com histórico de hipertensão, veio a óbito durante atendimento de urgência e emergência. A morte foi confirmada para Covid-19 nesta sexta-feira (03/04), pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen).

Outra idosa de 72 anos, diagnosticada com o novo Coronavírus, faleceu nesta sexta-feira (03/04) no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, na zona norte de Manaus. Ela havia sido transferida do HPS 28 de Agosto para o Delphina, onde sofreu parada cardiorrespiratória e, após manobras de reanimação cardiopulmonar, não resistiu e veio a óbito às 16h15. A paciente tinha histórico de doença pulmonar obstrutiva crônica e doença renal crônica.

Mais dois idosos vieram a óbito nesta sexta-feira. São eles um homem de 89 anos, com histórico de hipertensão, que estava internado desde o dia 30/03 na rede particular de saúde, com diagnóstico de Covid-19, e uma mulher de 74 anos, com histórico de diabetes, internada na rede particular desde o dia 31 de março com quadro positivo para Covid-19, que não resistiu à doença e veio a óbito por volta das 15h desta sexta-feira (03/04).

Faleceu também, nesta sexta-feira, um homem de 40 anos, a princípio sem histórico de doenças crônicas, internado no HPS 28 de Agosto.

Com isso, o Amazonas registra 12 mortes por Covid-19, sendo nove de pacientes provenientes de Manaus, dois de Manacapuru e um de Parintins.

Com 31 casos novos nas últimas 24 horas, subiu para 260 o número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 no estado, nesta sexta-feira. Os dados foram atualizados em live nas redes sociais do Governo pelo secretário de Estado de Saúde (Susam), Rodrigo Tobias de Sousa, e pela diretora-presidente (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Receba a seleção das melhores notícias:

Qual sua opinião? Deixe seu comentário