Mais de cinco mil filhotes de quelônios são devolvidos à natureza, no AM

Insira um URL válido

Manaus – AM | Cerca de 5,5 mil filhotes de quelônios foram devolvidos à natureza na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Igapó-Açu. A atividade é realizada pelos moradores da Unidade de Conservação (UC) com apoio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e parceiros, em prol da conservação da espécie na natureza.

Publicidade

O trabalho de soltura foi realizado na última quinta-feira (06/02), nas comunidades de São Sebastião do Igapó-Açu, localizada no município de Borba (a 150 km em linha reta de Manaus) e Nova Geração do Igapó-Açu, no Careiro Castanho (distante 102 km da capital). Esta é a décima edição da soltura de quelônios dentro da RDS e a primeira do ano nas Unidades de Conservação Estaduais que realizam a atividade.

UC IGAPO ACU 012 FOTO RICARDO OLIVEIRA

O gestor da UC, Diego Morgado, ressaltou que a soltura dos animais contribuiu para o aumento da espécie de tracajás na região. “No ambiente natural, quando os quelônios eclodem nas praias, eles têm uma taxa de sobrevivência abaixo de 1% do total que foi desovado. Com a ajuda do projeto e do manejo, conseguimos fazer com que eles retornem para natureza mais desenvolvidos e, consequentemente, com uma maior probabilidade de sobrevivência na natureza, cerca de 10% a 15%”, disse.

Protagonismo – Morgado destacou ainda o protagonismo do trabalho comunitário na atividade de monitoramento e soltura de quelônios. “É um trabalho que gera união, organização e conscientização ambiental entre os comunitários. Eles estão envolvidos ao longo de meses em um processo trabalhoso, mas que vale a pena. Estamos preservando um legado que foi criado pela geração atual e que será mantido para geração futura, de que vale a pena conservar o meio ambiente”, completou.

1581255439282 UC IGAPO ACU 0014 FOTO RICARDO OLIVEIRA 1

A ação pela conservação da espécie na RDS Igapó-Açu é resultado do trabalho compartilhado entre a Sema e o Projeto Pé de Pincha, da Universidade Federal do Amazonas, com o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Claro, empresa de Engenharia Consultiva PROSUL e a Prefeitura do Careiro.

Monitoramento de quelônios – A soltura é realizada no âmbito do Programa de Monitoramento da Biodiversidade e do Uso Sustentável de Recursos Naturais (Probuc), que é executado em 13 unidades de conservação estaduais gerenciadas pela Sema.

1581255441961 UC IGAPO ACU 04 FOTO RICARDO OLIVEIRA

Os próprios comunitários atuam como monitores das chocadeiras na RDS. São eles que, juntamente com a equipe da Sema e dos Agentes Ambientais Voluntários (AAV), monitoram os tabuleiros nas praias e coletam os ovos. Todos os ovos são guardados e recebem os devidos cuidados para garantir a eclosão e crescimento dos animais, até chegarem a um tamanho adequado para serem devolvidos à natureza em segurança.

*Com informações da assessoria de comunicação .
Fotos: Ricardo Oliveira/Sema

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Receba a seleção das melhores notícias:

Qual sua opinião? Deixe seu comentário