Oito pessoas são presas e local utilizado para jogos de azar é fechado pela PM no interior do Amazonas

Insira um URL válido

Manaus – AM | Crimes como tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha, jogos de azar e roubo resultaram na prisão de oito pessoas em quatro municípios do interior do estado. As ações ocorreram entre a tarde desta quarta-feira (04/03) e a madrugada de hoje (05/03). Os policiais apreenderam duas armas de fogo, entre elas um rifle, e fecharam um quarto de hotel utilizado para a prática de jogos de azar.

Publicidade

Policiais militares da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) fecharam um quarto de hotel na avenida Presidente Costa, no município de Tapauá (distante 449 quilômetros da capital). Na ação, um homem de 34 anos, suspeito de explorar a atividade no local, foi detido. Um revólver calibre 38, dez munições intactas, mais de R$ 1 mil em espécie, 11 blocos de boletos e uma máquina de sorteio foram apreendidos.

Após denúncias de ameaça de morte, no município de Tonantins (distante 865 quilômetros da capital), a Polícia Militar realizou uma operação em que quatro suspeitos de integrar um grupo criminoso conhecido como piratas dos rios foram presos. Com eles, uma arma de fogo calibre 32 foi apreendida.

No município de Barcelos (distante 399 quilômetros da capital), os militares receberam denúncias informando que havia uma encomenda suspeita em uma embarcação no município. Ao averiguar, foram constatados que se tratava de um rifle sem marca e numeração suprimida. Um homem de 53 anos, responsável pela encomenda, foi detido.

Um homem de 21 anos foi preso no município de Tefé (distante 523 da capital) por suspeita de tráfico de drogas. Os policiais receberam informações de que um infrator estava vendendo entorpecentes. Com ele, 12 trouxinhas de cocaína foram encontradas.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Receba a seleção das melhores notícias:

Qual sua opinião? Deixe seu comentário