Vereadores de Iranduba têm prisão preventiva decretada

Insira um URL válido

Manaus-AM| Os vereadores Kelison Dieb (PMDB) e Jakson Pinheiro (PMN) foram presos na quinta-feira (8), acusados de cobrarem propinas acabaram de ter a prisão preventiva decretada durante audiência de custódia, realizada nesta sexta-feira (9), em Iranduba, distante 27 Km de Manaus.

Publicidade

De acordo com a polícia, durante a Operação Avarita, Kelison foi preso com um revólver e Jakson tentou jogar o celular dentro do vaso sanitário para esconder provas. Eles foram encaminhados ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Conforme o Ministério Público do Estado (MP-AM), o juiz responsável pela audiência, Túlio de Oliveira Dorinho, da 1ª Vara de Iranduba, converteu a prisão em flagrante da dupla em prisão preventiva.

Após a audiência de custódia, os vereadores foram encaminhados para o Centro de Triagem da Secretaria do Estado de Administração Penitenciaria (SEAP).

Ainda de acordo com o MP-AM, os dois vereadores serão levados para o Centro de Detenção Provisória II (CDPM II), em Manaus, onde devem ficar à disposição da Justiça.

Leia mais

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Receba a seleção das melhores notícias:

Qual sua opinião? Deixe seu comentário