Menina de 2 anos morre após engolir produto de limpeza. Saiba mais!

arietta-grace-barnett-comecou-a-ter-diarreia-e-vomitar-um-liquido-brilhante-rosa-em-28-de-junho-de-2019-e-a-mae-da-menina-a-levou-as-pressas-ao-hospital-1604579054694_v2_450x450
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

País | Uma menina de 2 anos de idade morreu após supostamente engolir uma produto de limpeza, uma pedra sanitária para banheiro e vomitar um “líquido brilhante rosa”, apontou um inquérito do caso divulgado ontem pela mídia inglesa. A morte da menina aconteceu em junho de 2019, no condado de Hampshire, na Inglaterra. Arietta-Grace Barnett começou a ter diarreia e vomitar um “líquido brilhante rosa” em 28 de junho de 2019. Preocupada, a mãe da menina ligou para o atendimento de emergência, que levou a criança às pressas ao hospital.

Publicidade

Segundo o site The Independent, em 2 de julho, a menina teve alta e, no dia seguinte, voltou à unidade de saúde para uma consulta ambulatorial. Sete dias depois, Arietta começou a sangrar e novamente foi levada ao Hospital Southampton General. A menina teve uma parada cardíaca e morreu no mesmo dia. A legista Rosamund Rhodes-Kemp disse que acredita que Arietta tenha engolido uma pedra sanitária enquanto a mãe estava no andar de baixo da casa.

Segundo o site Mirror, Rosamund ainda explicou que não foi possível descobrir porque o vômito da menina era rosa, já que a pedra sanitária que a criança teria engolido era azul-esverdeado. A mãe de Arietta, identificada apenas como Cook, tinha cabelo rosa na época do acidente, mas a mulher contou aos médicos que não tinha tinta de cabelo em casa e, por isso, não havia possibilidade da criança ter morrido devido à ingestão desse material. Nicola Trevelyan, pediatra do Hospital Southampton General, disse que “não conseguimos entender por que o vômito [de Arietta] era rosa brilhante”.

Menina Arweita – Gracee começou a ter diarreia e vomitar um “líquido brilhante rosa” em 28 de junho de 2019

Apesar da colocação da legista, a pediatra contou que ninguém viu a menina engolir a pedra, porém, , “isso parecia ser a coisa mais lógica que ela poderia ter tomado”. “Minha experiência como pediatra é que produtos que parecem doces vão atrair as crianças para brincar com eles”, explicou Nicola. A mídia inglesa não informou se alguém foi preso devido à morte da menina. De acordo com o Mirror, apesar dos fatos disponíveis no inquérito, as investigações do caso continuam.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

Fonte : UOL

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias