Famílias choram por medo de desabamento em rua já engolida no bairro Nova Cidade

Foto: Imediato
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – Moradores da rua 41, no bairro Nova Cidade, zona Norte da capital, denunciaram pela segunda vez o risco de morte que vem enfrentando na área por conta de um deslizamento de terra que já desabou uma igreja e segue ameaçando dezenas de residências no local. Na tarde desta sexta-feira (3) os moradores mais uma vez mostraram com detalhes a situação ao site Imediato.

Publicidade

De acordo com quem mora na área, que agora é de risco, o local foi construído de forma planejada e não oferecia qualquer risco de deslizamento de terra, mas uma obra realizada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) teria dado início ao processo de erosão do solo. A obra foi feita na rede de tubulação do esgoto que passou a vazar e consequentemente umidificar o solo.

Há cinco meses os moradores deram início as denúncias do risco diretamente na Prefeitura de Manaus, mas até o momento nenhum serviço de reparo chegou até os contribuintes. a igreja que ficava situada na esquina da via já foi completamente engolida pelo desabamento. O medo dos moradores é que as outras dezenas de residências também despenquem do barranco que já chega a 60 metros de altura.

O fluxo de trânsito de carros na via foi bloqueado pelos próprios populares, o objetivo é que veículos pesados não passem pela área e acabem colaborando para a possibilidade de que todo o espaço venha abaixo. “Colocamos cones para impedir que carros passassem por aqui pois a qualquer momento tudo isso vai afundar. São noites em claro, chorando, imaginando o pior e pedindo por socorro.”, desabafou Raimundo Ferreira, morador do local há 19 anos.

Enquanto nenhuma equipe do poder municipal chega à área, moradores da zona Norte seguem sob a sensação de risco de morte a qualquer momento.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias