Seap integra grupo de representantes do Amazonas na audiência pública a sobre combate ao narcotráfico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) integrou o grupo de representantes do Amazonas na audiência pública promovida pela Frente Parlamentar Mista de Desenvolvimento Estratégico do Sistema Penitenciário, Combate ao Narcotráfico e Crime Organizado, na manhã desta sexta-feira (04/10), no auditório do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM).

Publicidade

Durante o evento foram discutidas medidas para combater o tráfico de drogas nacional e internacional, que inicia com a entrada dos entorpecentes por rotas no Amazonas. O encontro também contou com a apresentação de projetos elaborados pelas instituições que compõem o sistema de segurança do Estado.

O secretário-executivo adjunto da Seap, coronel André Luiz Barros Gioia, exibiu o projeto da remição da pena pelo trabalho implantado pela Seap e ressaltou a importância de ações integradas para combater o tráfico de drogas.
“O crime no Amazonas caminha, uma hora ele está na água, outra em terra, outra em ar. Nós não podemos perder as nossas forças contra o crime, precisamos unir nossas capacidades e estruturas para vencer essa guerra”, comentou.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, Ayrton Ferreira do Norte, que abordou o tema “Segurança nas Fronteiras”, o maior desafio da Polícia Militar é no enfrentamento das quadrilhas de piratas.
“Os piratas dos rios usam lanchas rápidas e armamento de alto poder de fogo. O combate diário da Polícia Militar é o mesmo de uma guerra”.

O presidente da Frente Parlamentar, deputado federal e capitão Alberto Neto (Republicano/AM), ressaltou as terríveis consequências para o estado do Amazonas por ser a grande rota do tráfico de drogas no Brasil e exaltou o trabalho realizado pela Seap com os detentos.
“São muitos os gastos com os presos no Brasil, que paguem com o trabalho”. O evento contou ainda com a participação de integrantes do Ministério Público e de Procuradores do estado e o público em geral.

A Frente Parlamentar foi instituída como consequência das mortes ocorridas no mês de maio, quando uma briga entre integrantes de um grupo criminoso deixou um saldo de 55 mortos. O objetivo da Frente é contribuir com a reformulação do sistema prisional e procurar alternativas para combater e inibir o crescimento do tráfico de drogas no Brasil bem como a criação de mecanismos de proteção dos agentes públicos que compõe o sistema penitenciário.

ÚLTIMAS INFORMAÇÕES

Receba a seleção das melhores notícias

BABADO FORTE