Funcionários da empresa cosmosplast protestam sobre bloqueio de pagamento

Imagem: Altemir Coelho
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | Ex-funcionários da Cosmoplast ,demitidos em 2011 quando a empresa fechou as portas ,como parte da luta para receber direitos trabalhistas, como FGTS e indenizações, até hoje bloqueados na Justiça, fizeram manifestação na manhã desta quarta-feira (10), em frente ao Fórum Henoch Reis, situado na Avenida André Araújo, Aleixo, zona centro-sul.

Publicidade

O Ministério Público já deu parecer favorável ao pagamento dos quadros de credores trabalhistas, de forma rateada. Pelo menos 150 pais e mães de família estão no aguardo da liberação desses direitos trabalhistas. 421 funcionários entraram com processo trabalhista, apenas três receberam valores.

Segundo um dos trabalhadores, Wanderlan Silva ,41, que trabalhou durante onze anos na empresa como preparador de matéria prima, o informou que no dia 24/08/2018 o Juiz responsável pelo julgamento do processo, liberou o valor de R$ 1.487,90 porém, após a solicitação de bloqueio feita através do administrador da causa , o Sr Fernando Simões , foi expedida pelo juiz na data de 25/10 do mesmo ano, desde então, os funcionários estão lutando pelos seus direitos.

“O Doutor Jorge era o administrador anterior, o juiz tirou ele do caso e entrou o Doutor Fernando, aí nosso dinheiro foi bloqueado, com o Dr Jorge, já tinha até uma planilha de pagamento para nós, ele até tentou voltar para o caso, mas, o juiz não autorizou” finalizou Wanderlan.

O caso está em julgamento, onde o administrador do caso alegou está sendo feita uma releitura de todos os processos, e assim que for concluída, irá repassar aos funcionários.

Leia mais

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias