Arthur Neto

Com ônibus caindo aos pedaços por Manaus, Arthur Neto manda construir ‘T6’, na zona Norte da capital

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | Arthur Neto em sua última cartada como prefeito de Manaus, a prefeitura iniciou a construção do Terminal de Integração 6 (T6), localizado no cruzamento das avenidas Governador José Lindoso, conhecida como avenida das Torres, e Comendador José Cruz, no Lago Azul, zona Norte. Nesta quarta-feira (8), os trabalhos se concentram no muro de isolamento e na drenagem.

Publicidade

Na teoria, os passageiros que acessarem o terminal a pé, vão contar com duas entradas, uma pela avenida das Torres e outra pelo ramal do Acará. Na estrutura, as entradas e plataformas terão cobertura e os usuários do transporte coletivo também vão ter a possibilidade de recarga para os cartões eletrônicos de vale transporte e estudantil.

Arthur Neto não anda de ônibus

Arthur Neto
Arthur Neto dentro de ônibus coletivo junto a sua comitiva. Foto: Reprodução

Em ano eleitoral, o prefeito de Manaus Arthur Neto (PSDB), anunciou que 300 novos ônibus convencionais devem ser incorporados ao transporte coletivo público a partir de junho de 2020. Oito anos após assumir como prefeito ele diz que “não pode deixar governo, sem melhorar transporte.”

Mas o que vemos por Manaus são ônibus, velhos, sucateados, por muitas das vezes são apenas ônibus usados, de outras capitais, com uma pintura fraca (dependendo da empresa varia a cor) e são colocados na rua para a população.

Prefeitura gastou R$ 10,3 milhões para demolir terminal já reformado

Arthur Neto
O terminal 1 já havia sido reformado em 2018. Foto: Divulgação

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, anunciou que o Terminal de Integração da Constantino Nery, T1, será totalmente demolido para fazer uma nova estrutura moderna. A empresa contratada pelo tucano cobrou R$ 10,3 milhões.

O T1, recebeu em 2018, serviços de revitalização, no ano foram feitos reparos no calçadão das paradas de ônibus. Lembrando que nessa época, o que mais se falava era na construção do aguardado Sistema BRT, que traria conforto, acessibilidade e bem-estar para os usuários. Mas até hoje, não é bem isso que a cidade vive com relação ao transporte público.

Parada de luxo na Ponta Negra custou R$ 207 mil

Arthur Neto
Parada de luxo custou R$ 207 mil. Foto: Reprodução

A obra foi inaugurada em agosto de 2019 e foi alvo de muita polêmica, pois a obra custou o valor de mais de R$ 207 mil.

Materiais nobres foram utilizados na obra. A estrutura conta com revestimentos em porcelanato, aço inox escovado, madeira, pedra portuguesa e alumínio composto no forro e na cobertura.

Na parada também musica ambiente e Wi-Fi, este último que deixou de funcionar após a inauguração segundo os usuários.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Acompanhe a Covid-19 no Amazonas

Receba a seleção das melhores notícias

BABADO FORTE