Professores realizam ato público em frente à Seduc

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | Alunos da rede estadual de ensino da capital e interior que procuraram as escolas na manhã desta quarta feira,17 se depararam com o aviso de “não haverá aula” e tiveram que voltar pra casa. Isso porque os professores decidiram paralisar suas atividades por tempo indeterminado.

Publicidade

A categoria reivindica o reajuste salarial de 15%, uma promessa de campanha do atual governador Wilson Lima, que segundo a categoria, até o momento não teria sido cumprida.

Por conta disso, profissionais da área da educação participaram de uma grande manifestação desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira em frente da secretaria estadual de educação (Seduc), bairro do Japiim, em alguns minutos, a entrada e saída de veículos da secretaria foi impedida pelos manifestantes.

A manifestação reuniu aproximadamente 1000 educadores da capital e interior. Kleber Ferreira, diretor financeiro sinteam, afirma que o ato da categoria já surtiu efeitos em boa parte dos municípios do Amazonas.

“Iremos ficar debaixo de sol e chuva, mas queremos respeito e que as promessas feitas pelo governador da valorização dos professores seja cumprida, e vários profissionais do interior já estão de braços cruzados” , afirmou.

Professora Ana Cristina- Pres Sinteam, afirmou que o governo não tem um plano para acabar com a greve e nem querem receber a categoria. “Estamos esperando uma nova proposta e até agora não tivemos resposta, estamos nosso direito, somos nós professores que sabemos a real situação e que enfrentamos sem pelo menos ser assistidos pelo poder público”, falou a professora.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias