Terminal reformado será demolido e Prefeitura gastará R$ 10,3 milhões

terminal-Nery
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM I O prefeito de Manaus, Arthur Neto, anunciou que o Terminal de Integração da Constantino Nery, T1, será totalmente demolido para fazer uma nova estrutura moderna. A empresa contratada pelo tucano cobrou R$ 10,3 milhões.

Publicidade

O T1, recebeu em 2018, serviços de revitalização, no ano foram feitos reparos no calçadão das paradas de ônibus. Lembrando que nessa época, o que mais se falava era na construção do aguardado Sistema BRT, que traria conforto, acessibilidade e bem-estar para os usuários. Mas até hoje, não é bem isso que a cidade vive com relação ao transporte público.

O prefeito gastou em 2018 dinheiro público para fazer uma “maquiagem” no terminal, ao invés de fazer toda obra em uma única vez. Ou seja, foi gasto dinheiro público para revitalizar, para quebrar e agora quer voltar ao “sonho” da modernidade no final de seu mandato nesse ano de 2020.

A empresa contratada por Arthur e emitiu contrato de R$ 10,3 milhões para demolir o T1 é a Nasser Engenharia LTDA. Ela terá o prazo de 270 dias para iniciar e concluir a obra.

Um detalhe que chama atenção, é a pressa que o prefeito tem para o início das obras. O serviço começará em plena pandemia do Covid-19, colocando assim em risco a vida de dezenas de trabalhadores.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias