Covid-19: Justiça libera presos do grupo de risco para cumprirem pena em casa no AM

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – A Justiça do Estado do Amazonas acatou a orientação de liberação de 184 detentos, seguindo orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre os presos que fazem parte do grupo de risco para o novo coronavírus (Covid-19). Dos presos liberados para cumprirem prisão domiciliar, 122 foram da capital Manaus, e 62 do interior do estado.

Publicidade

O ato foi confirmado nessa quinta-feira (21) pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), que também informou que 54 dos detentos saíram mediante pedido de alvará de soltura.

Ao todo, 59 detentos tiveram a prisão domiciliar decretada e 71 tiveram a progressão de regime que se trata de um regime menos rigoroso, a ser determinado pelo juiz quando o preso tiver cumprido um sexto do regime anterior. 

Dependendo da decisão judicial, não se sabe ao certo se todos os que cumprem pena fora da prisão estão fazendo o uso de tornozeleira eletrônica. A decisão de quem saiu durante a pandemia ficou a cargo do Poder Judiciário do Estado do Amazonas. 

Atualmente, a população carcerária do Amazonas é de 11.534. Somente os presos da capital contabilizam 4.894 detentos.

Receba a seleção das melhores notícias