Décima edição do Festival Mova-se de Dança começa nesta quinta (19)

Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM – A décima edição do Festival Mova-se de Dança: Solos, Duos e Trios, evento assinado pelo Casarão de Ideias, começa nesta quinta-feira (19) e segue até domingo (22), com espetáculos, oficinas, mostras e batalhas all style. A programação será realizada no Largo de São Sebastião, Teatro Amazonas e na sede do Casarão de Ideias (Rua Barroso, 279, Centro), com entrada gratuita.

As atividades começam às 16h, com os filmes da 3ª Mostra de Vídeo Dança, direcionados ao movimento do corpo, no Cine Casarão. Em seguida, às 18h, o Casarão de Ideias abre espaço para a Mostra Universitária, que inclui o espetáculo amazonense ‘Asperger’, interpretado e criado por Letícia Teixeira Pinto e Letícia Silva Valares, com direção de Vanderlan Santos.

‘Asperger’ mostra o conflito interno que indivíduos com grau elevado de autismo vivem em seu cotidiano, tais como isolamento social, falta de percepção e atenção, uso inadequado de objetos e as crises, que passam pelo processamento desordenado em seu cérebro. Todas essas características são representadas por movimentos marcantes, entremeados por sequências coreográficas que complementam o trabalho.

Às 18h30, sobe ao palco o bailarino Thiago Nunes com ‘Reptile’ (RJ), um trabalho coreográfico desenvolvido no Projeto de Pesquisa Corpo Estranho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Dirigido pela mestre Aline Teixeira, o trabalho propõe se aventurar em um processo de criação movido pela imagem e organicidade de um animal.

A última apresentação pela Mostra Universitária do dia será o espetáculo amazonense ‘Krebs’, que aborda as passagens e trocas entre pessoas e suas transformações necessárias para que possam seguir em frente, deixando o passado apenas nas suas lembranças e tornando o seu presente mais forte para desafios maiores.

‘Krebs’ é interpretado por Débora Júdice e Rebeca Carvalho, dirigido por Vanderlan Santos e produzido por Isis de Oliveira e Geovana Piffer, com classificação livre para todos os públicos.

Abertura

O Festival Mova-se de Dança começa oficialmente às 20h, no Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, Centro), com a apresentação do monólogo ‘Ikuâni’, da companhia acreana Garatuja de Artes Cênicas.

O espetáculo retrata um dia inteiro no cotidiano das mulheres huni kuin (kaxinawá), da tradição ancestral à rotina doméstica. A plateia acompanha o cuidado da personagem central com os filhos, a casa e a mãe natureza, o trabalho no roçado, o feitio do artesanato e da comida, a participação nas festas, nos rituais sagrados, na cantoria e na dança.

‘Ikuâni’ é interpretado e escrito por Regina Maciel, e foi construído após um período de imersão na vida das indígenas.

Outras informações sobre a programação do Festival Mova-se de Dança podem ser obtidas pelo telefone (92) 3633-4008.

Publicidade

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias