Palhaços amazonenses se apresentam nas redes sociais e público pode contribuir pelo ‘chapéu virtual’

Cacompanhia_Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | Respeitável público, nesta semana, tem palhaçada. Tem sim, senhor! E o picadeiro será nas plataformas digitais, onde o palhaço Pingo estreia com a primeira live solo, às 19h desta quinta-feira (11/06), e a Cacompanhia apresenta “Clowntidiano Quarenteners”, atração da tarde de sexta-feira (12/06), a partir das 15h.

Publicidade

Segundo o ator Klindson Cruz, que interpreta o Pingo, serão exibidos, no Instagram (@klincruz), números clássicos do repertório dele, com direito a mágicas e uma receita para o Dia dos Namorados. Ele adianta que o público poderá contribuir por meio do chapéu virtual.

“O chapéu virtual é o ingresso do público presente. É como se fosse na rua, o palhaço chega, o público para e, se ele quiser e se gostar, contribui com o artista”, afirma o ator. “Decidi fazer desta forma por conta do setor cultural ser o último a voltar e, sendo um artista recém-graduado em Teatro, estou me jogando nas interações virtuais”.

O intérprete do palhaço que também compõe a equipe do Roda na Praça conta que decidiu adotar o novo ambiente após uma experiência no laboratório de circo do Tendal da Lapa, de São Paulo, onde encontrou inspiração para se reinventar no período de pandemia.

“O Pingo me visita, pela primeira vez, em 2016, no núcleo de pesquisa Clowntidiano, na época, coordenado por Jean Palladino e Selma Bustamante, e desde lá, ele tem me ensinado a ser aprendiz em palhaço e principalmente, a ser humano, olhar as fragilidades e rir delas. Ele tem me ajudado a me reinventar neste momento”, comenta Klindson Cruz. “A pesquisa também me acompanha, sempre sobre o corpo cômico, o tempo cômico do palhaço, principalmente, do Pingo”.

Arte solidária

Quem também estreia nas redes sociais são os integrantes da Cacompanhia, com a live “Clowntidiano Quarenteners”, que agitará o Dia dos Namorados, no Youtube (Cacompanhia).

O ator Jean Palladino destaca que a proposta é apresentar o cotidiano, na pandemia, pela ótica dos palhaços. Ele informa que o evento terá chapéu virtual e toda a arrecadação será destinada para artistas circenses que estão com dificuldades financeiras durante a crise causada pela Covid-19.

“São vários quadros, com cenas que trazem a preocupação em lavar as mãos sempre que se toca em alguma coisa, pessoas que vivem o dia todo assistindo a lives ou fazendo tutoriais e tiktok, namoro virtual e também paródia das lives de sertanejos”, entrega o artista. “O Clowntidiano é um espetáculo da Cacompanhia que existe desde a fundação do grupo, há três anos, e que resolvemos adaptar para o virtual, com esse novo contexto que estamos vivendo”, completa.

A apresentação contará com integrantes fixos da companhia e com convidados, como a palhaça Suspira (Letícia Mariano), de São Paulo; e o artista Circense Luã, de Teresina; que também vão exibir cenas da rotina como circenses.

O grupo tem produções voltadas ao Circo e Teatro, com cinco espetáculos no repertório e circulação em vários estados do Brasil, além de desenvolver pesquisas voltadas à comicidade negra, com base em manifestações populares.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias