Terceira edição do Congresso de Saúde LGBT tem como foco principal profissionais da saúde

Congresso LGBT (2)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus | Com o tema “Capacitação dos Profissionais de Saúde sobre a Política Nacional de Saúde LGBT”, será realizado nos dias 12, 13 e 14 de novembro, na Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA), localizado na avenida Carvalho Leal, 1.777, Cachoeirinha, o III Congresso de Saúde LGBT. O evento é promovido pela Secretária de Estado de Saúde (Susam) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA), com apoio da Secretária Municipal de Saúde (Semsa-Manaus) e outras instituições.

Publicidade

Durante os três dias, serão realizados minicursos, mesas-redondas e atividades que visam a capacitação do profissional de saúde, desde o atendimento até acolhimento e identificação de especificidades.

O evento terá como convidado o coordenador estadual de Atenção Integral à Saúde da população LGBT do estado de Pernambuco, Luiz Valério Soares da Cunha Júnior, que ministrará o minicurso de Políticas de Saúde LGBT. O professor e psiquiatra, Saulo Ciasca, ministrará o Curso de Extensão sobre o Processo Transexualizador do SUS e Especificidades de Saúde da População LGBT.

Em parceria com a UEA, por meio do programa Telessaúde Amazonas, o congresso será transmitido para os 62 municípios do estado e cinco comunidades indígenas.

Comitê Técnico – No primeiro dia de congresso também será lançado o Comitê Técnico Interinstitucional de Saúde LGBT, uma parceria entre Susam, Semsa-Manaus e UEA, para tratar sobre as políticas de atenção a esse público.

“É uma conquista a criação dessa coordenação especifica, que irá trabalhar a saúde LGBT, pois antes a política era trabalhada dentro de uma coordenação de políticas de equidade, que era uma coordenação mais ampla”.

Inscrições – As inscrições serão realizadas durante o evento. Para se inscrever, o participante deverá doar 1 quilo de alimento não perecível, que será destinado à Casa Miga (Casa de Acolhimento LGBT).

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias