SSP-AM deflagra operação “Solimões Sem Fronteiras” no Amazonas e no Ceará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
WhatsApp-Image-2020-09-29-at-09.17.52


Manaus-AM | A Secretária de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) deflagrou ao longo da manhã desta terça-feira (29), a operação “Solimões Sem Fronteiras”, que nesta segunda fase teve como cumprir 48 mandados de prisão, busca e apreensão, na Capital e em seis municípios do Amazonas e Fortaleza no Ceará.

Publicidade

Mais de 300 policiais militares e civis estão nas ruas, desde as primeiras horas da manhã, cumprindo os mandados de prisão, busca e apreensão da Operação “Solimões Sem Fronteiras 2”. A operação integrada entre a Polícia Civil e Polícia Militar é focada no combate ao tráfico de drogas e está ocorrendo, simultaneamente, em seis cidades do Amazonas e em Fortaleza, no Ceará.

SSP-AM deflagra operação

SSP-AM

Sob a coordenação do secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, da Delegada-geral da PC, Emília Ferraz, e do subcomandante da Polícia Militar, coronel Ronaldo Negreiros, a ação policial visa o cumprimento de 48 mandados autorizados pela Justiça do Amazonas, entre prisão, busca e apreensão.

Os mandados estão sendo cumpridos em Manacapuru, Manaus, Anamã, Tefé e Caapiranga, no Amazonas, e em Fortaleza, no Ceará, onde o infrator identificado como Fábio Barbosa de Souza vulgo “Fábio da Feira”, apontado como lider de uma facção criminosa foi preso.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

A operação teve o objetivo principal de desarticular uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas em Manacapuru, com conexões nos municípios citados. Esse grupo criminoso transportava drogas pelas calhas de Japurá e do Solimões, a droga vinha de Japurá, Maraã e passava por Manacapuru onde também havia distribuição para o tráfico doméstico.

Os presos eram ligados a facção Comando Vermelho, segundo as investigações. Com essas prisões foram atacadas membros de cinco subgrupos desta organização, as investigações vinha ocorrendo há três meses sob a condução do Departamento de Polícia do Interior  ( DPI), da Polícia Civil comandada pelo delegado Bruno Fraga e da delegacia de Manacapuru que tem o delegado Rodrigo Torres como titular.

Em Manacapuru 27 pessoas foram presas, entre elas uma dupla apontada pela autoria de um homicídio que aconteceu durante o final de semana, em que um homem acabou sendo executado com vários tiros na cabeça. Em manaus seis detentos do sistema prisional, em Anamã, Caapiranga; Cacau Pirera foram 1 prisão, em Tefé duas prisões efetuadas.

Além das prisões, R$ 48 mil reais em espécie, 5 armas de fogo e 3 veiculos foram apreendidos

Em sua primeira fase, em dezembro de 2019, a operação “Solimões Sem Fronteiras” efetuou 25 prisões em Manaus, Anori e Manacapuru.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias