Auxílio emergencial: veja o calendário de pagamento da semana

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Brasília-DF | A Caixa Econômica Federal inicia, esta semana, o pagamento da 7ª parcela do auxílio emergencial a quem faz parte do Bolsa Família, além de depositar e liberar saques referentes às seis primeiras parcelas do benefício àqueles que se cadastraram pelo site ou aplicativo ou são inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).

Publicidade

As cinco parcelas iniciais do auxílio emergencial são de R$ 600. Da sexta em diante, o valor cai para R$ 300. Lembrando que mães solo recebem o dobro.

Confira abaixo o calendário de pagamentos e liberações de saque da semana:

  • Segunda-feira (19/10): será feito o pagamento da 7ª parcela a beneficiários do Bolsa Família com NIS terminado em 1;
  • Terça-feira (20/10): será feito o pagamento da 7ª parcela a beneficiários do Bolsa Família com NIS terminado em 2; a Caixa também vai liberar o saque das seis parcelas iniciais a quem se cadastrou pelo site ou aplicativo ou é inscrito no CadÚnico e nasceu em outubro;
  • Quarta-feira (21/10): será feito o pagamento da 7ª parcela a beneficiários do Bolsa Família com NIS terminado em 3; a Caixa também fará o crédito em conta das seis parcelas iniciais a quem se cadastrou pelo site ou aplicativo ou é inscrito no CadÚnico e nasceu em agosto;
  • Quinta-feira (22/10): será feito o pagamento da 7ª parcela a beneficiários do Bolsa Família com NIS terminado em 4; a Caixa também vai liberar o saque das seis parcelas iniciais a quem se cadastrou pelo site ou aplicativo ou é inscrito no CadÚnico e nasceu em novembro;
  • Sexta-feira (23/10): será feito o pagamento da 7ª parcela a beneficiários do Bolsa Família com NIS terminado em 5
Auxílio emergencial
Auxílio emergencial

Calendário do auxílio emergencial

Os beneficiários do Bolsa Família recebem de acordo com o mesmo calendário do programa nacional de renda. Consulte abaixo as datas previstas para pagamento da sétima parcela do auxílio emergencial a este público.

Final do NIS7ª parcela
119/out
220/out
321/out
422/out
523/out
626/out
727/out
828/out
929/out
30/out
Fonte: Governo Federal

No caso de quem se cadastrou pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial ou é inscrito no CadÚnico, o calendário é divido em crédito em conta e liberação para saque.

A Caixa Econômica Federal realiza, no momento, créditos em conta do ciclo 3 do auxílio emergencial, ao mesmo tempo em que libera saques referentes ao ciclo 2. Consulte abaixo o calendário de ambos os ciclos.

Ciclo 2

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril recebe a quinta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio recebe a quarta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho recebe a terceira parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho recebe a segunda parcela
  • Quem foi aprovado recentemente recebe a primeira parcela
Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro28/ago19/set
Fevereiro02/set22/set
Março04/set29/set
Abril09/set1º/out
Maio11/set03/out
Junho16/set06/out
Julho18/set08/out
Agosto23/set13/out
Setembro25/set15/out
Outubro28/set20/out
Novembro28/set22/out
Dezembro30/set27/out

Ciclo 3

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril recebe a sexta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio recebe a quinta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho recebe a quarta parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho recebe a terceira parcela
  • Quem recebeu a primeira parcela em agosto recebe a segunda parcela
Mês de aniversárioDepósitoSaques
Janeiro30/set7/nov
Fevereiro5/out7/nov
Março7/out14/nov
Abril9/out21/nov
Maio11/out21/nov
Junho14/out24/nov
Julho16/out26/nov
Agosto21/out28/nov
Setembro25/out28/nov
Outubro28/out1º/dez
Novembro29/out5/dez
Dezembro1º/nov5/dez

Auxílio emergencial

O auxílio emergencial também conhecido como coronavoucher, é um benefício instituído no Brasil pela Lei de nº 13.982/2020 que prevê o repasse de 600 reais mensais a trabalhadores informais e de baixa renda, microempreendedores individuais e também contribuintes individuais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O objetivo do auxílio é mitigar os impactos econômicos que serão causados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias