IPI dos concentrados de bebidas do PIM fica em 8% a partir de junho


Manaus – AM |  O superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, concluiu reunião nessa quinta-feira (6), em Brasília, com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e com o ministro da Economia, Paulo Guedes, obtendo como resultado anúncios e novidades favoráveis ao modelo Zona Franca de Manaus (ZFM).

Durante o encontro, o presidente Jair Bolsonaro garantiu o diferencial competitivo para o segmento de concentrados do Polo Industrial de Manaus (PIM). Segundo Menezes, o decreto, que a princípio será assinado e publicado na próxima semana, mais precisamente na terça feira, fixa em 8% a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) relativa aos produtos deste setor, no período de 1º de junho a 30 de novembro deste ano.
“É uma grande vitória para a nossa região que mostra mais uma vez a sensibilidade e a importância que o governo federal dá aos assuntos de interesse da nossa sociedade”, comentou o superintendente.

Anúncios

Outra sinalização positiva foi o interesse demonstrado por Bolsonaro de participar, em Manaus, no próximo dia 20 de fevereiro, da primeira reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS) de 2020, que comemorará os 53 anos da Suframa e do modelo ZFM. “Devo estar em Manaus no próximo dia 20, num encontro com representantes da Zona Franca (de Manaus)”, declarou o presidente da República durante conversa com a imprensa e apoiadores na manhã desta quinta-feira na saída da residência oficial (6).

Para o superintendente da Suframa, “diante da possível ida do presidente para Manaus, está sendo construída uma agenda para que haja um encontro com os governadores da região, além de termos a oportunidade de discutirmos temas de interesse da Amazônia na primeira reunião do CAS. Principalmente a questão do Conselho da Amazônia, a Secretaria da Amazônia, além de colocarmos para a sociedade os bons resultados do Polo Industrial de Manaus no ano de 2019”.

Agenda positiva

O titular da Suframa ainda reuniu-se com o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, e com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, ocasião na qual debateu sobre temas de interesse da região amazônica, em especial a área de abrangência da Zona Franca de Manaus. Um dos assuntos discutidos ao longo do encontro foi a reforma tributária. Segundo o superintendente, “vamos continuar construindo neste período uma agenda positiva na expectativa de que a reforma tributária transcorra naturalmente e traga resultados exitosos para o País. Isto contribuirá para o fortalecimento de nossa economia, bem como permitirá que estabeleçamos, de forma definitiva, a alíquota que garanta ao polo de concentrados da Zona Franca de Manaus as vantagens comparativas que se refletem em benefícios socioeconômicos para a sociedade”.

O trabalho realizado pela Suframa e os resultados obtidos pelas empresas do parque industrial de Manaus têm contribuído para que o Palácio do Planalto mantenha aberta as portas para que a alta gestão da Autarquia possa discutir propostas e apresentar sugestões que visem a contribuir com os avanços econômicos, sociais e ambientais na Amazônia e, consequentemente, em todo o Brasil.registrado em: IPIConcentradosCASManausAgendaConselhoAmazônia

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Receba a seleção das melhores notícias

Você também pode gostar:

error: Este conteúdo é protegido!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram