Alunos e professora da UEA apresentam trabalhos em conferência internacional

13
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

EDUCAÇÃO | Com o objetivo de apresentar as pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Recursos Hídricos e Altimetria Espacial da Amazônia (Rhasa) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), os discentes e a professora do Programa de Mestrado Recursos Hídricos da UEA e a doutora em Hidrologia Espacial, Joecila da Silva, participam da Conferência Internacional “South America Water from Space II”. O evento, organizado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM), em parceria com o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento da França (IRD), a Agência Espacial Francesa (CNES) e a UEA, iniciou na segunda (04) e segue até a quinta-feira (07/11), no Tropical Executive.

Publicidade

O Rhasa elabora as estações virtuais do portal Hydroweb e desenvolve o monitoramento de nível de rios com altimetria espacial, calibração e validação dos dados dos satélites altimétricos. As pesquisas são realizadas em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), o Institut de Recherche pour le Développement (IRD) e a agência espacial francesa Centre National d’Études Spatiales (CNES). A UEA possui um acordo internacional de cooperação e pesquisa com IRD desde 2013 renovado até o ano de 2023.

A doutora em Hidrologia Espacial e professora da UEA, Joecila da Silva, explica que o laboratório tem mais de mil estações de monitoramento na Bacia Amazônica. “A UEA fornece dados hidrológicos de nível e vazão dos rios amazônicos, as principais variáveis que governam o ciclo global da água, sendo essencial para a compreensão do clima, de previsão climáticas, previsão de inundações e secas e melhoria do gerenciamento da água na região amazônica”, destacou.

Os alunos participantes da conferência são do curso de Engenharia Civil, de Iniciação Científica, do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Clima e Ambiente (PPG-Cliamb) e do Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua) da UEA.

Sobre o South America Water from Space II 

A tecnologia espacial via satélites tem sido utilizada para contribuir com o monitoramento hidrológico no Brasil desde 2008, principalmente, em áreas transfronteiriças e de difícil acesso. Pesquisadores da Europa, Estados Unidos e América do Sul estarão reunidos em busca de integração, entre os dias 4 e 7 de novembro, em Manaus, para que possam se preparar para a missão espacial SWOT (Surface Water & Ocean Topography), que será lançada em 2021. O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) faz parte da equipe científica dessa missão.

A Conferência Internacional “South America Water from Space II” é organizada pela CPRM, em parceria com o IRD, a CNES e a UEA. A programação do evento contempla inúmeras palestras para estimular o debate e avanço dessa ciência. Além disso, também será realizada uma simulação na ilha de Tupé para medir o nível do rio Negro a partir de receptores de satélites que permitem a validação de dados coletados diretamente do espaço.

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas no site https://hydrologyfromspace.org/.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias