Escolas do AM podem participar de concurso de redação dos Correios que vai pagar até R$ 10,5 mil

Euzivaldo-Queiroz-Seduc-76
PATROCINADO
O Supermercado Coema, localizado na Avenida Torquato Tapajós, ao lado da Coca-Cola, receberá a 292• edição do ‘Bazar...

Escolas da rede estadual do Amazonas podem participar do 52º Concurso Internacional de Redação de Cartas, dos Correios, que está com as inscrições abertas até o próximo dia 23 de março. Com o objetivo de fomentar a escrita, a criatividade e a linguística por meio da prática epistolar, o concurso é destinado a alunos de até 15 anos e vai pagar até R$ 10, 5 mil como premiação.

No Brasil, o certame é realizado pelos Correios e é desenvolvido em quatro fases: municipal, estadual, nacional e internacional. O tema deste ano é: “Imagine que você é um super-herói e sua missão é tornar todas as estradas do mundo mais seguras para as crianças. Escreva uma carta para alguém explicando quais superpoderes você precisaria para cumprir sua missão”. O coordenador de Comunicação dos Correios, Lourenzzo Gondim, explicou como se dá a primeira fase do concurso.

“A primeira etapa ocorre nas escolas. A instituição incentiva a redação das cartas, e o próprio colégio seleciona duas cartas que a representarão nesse primeiro momento. As cartas são encaminhadas em um único envelope, acompanhado dos formulários de redação e ficha de inscrição, ao endereço previamente informado”, contou o coordenador.

Serão aceitas redações postadas e destinadas ao endereço da Coordenação de Comunicação dos Correios, situada na rua do Congresso, 90, Centro de Manaus. Não serão aceitas redações entregues diretamente nas unidades dos Correios. Os resultados estaduais e nacional, estão previstos para serem divulgados a partir do dia 8 de maio.

O Concurso Internacional de Cartas é uma iniciativa promovida anualmente pela União Postal Universal (UPU), organização sediada em Berna, na Suíça. O país é o destino do aluno vencedor da quarta etapa – fase internacional – que terá definição em outubro.

Premiação

Com relação às premiações para este ano, o 1º colocado estadual e a sua escola receberão respectivamente, R$ 2,3 mil e R$ 2,5 mil, além dos certificados. Já na etapa nacional do concurso, o vencedor e sua escola ganharão, respectivamente, R$ 10 mil e R$ 10,5 mil, além do troféu e certificado.

Em relação a histórico de desempenho, o Brasil já ganhou 3 medalhas de ouro (1972/1988/2006), 2 medalhas de prata (1978/1980), 2 medalhas de bronze (1992/2015) e recebeu menções honrosas na etapa internacional em 2009, 2012, 2016, 2017 e 2018. Na classificação internacional, o Brasil ocupa a segunda posição, sendo superado apenas pela China (5 medalhas de ouro).

Rede Estadual

Em 2022, mais de 95 escolas, entre unidades na capital e interior, da rede pública estadual de ensino participaram da primeira etapa do concurso. De acordo com a coordenadora de Ensino Fundamental da Secretaria de Educação, Keylah Ramos, o certame pode auxiliar os jovens alunos no processo de ensino e aprendizagem.

“O concurso tem o papel de incentivar a prática de leitura e a escrita dos estudantes. Dessa maneira, a iniciativa é de grande relevância para o desenvolvimento e ampliação de habilidades que são essenciais para a melhoria da qualidade do ensino em toda a rede.”

Na última edição do certame, foram recebidas mais de 1,6 mil cartas, de 892 escolas públicas e privadas de todo o Brasil. A carta vencedora internacional foi de um estudante da Turquia.

Foto: Euzivaldo Queiroz – Seduc

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
O Supermercado Coema, localizado na Avenida Torquato Tapajós, ao lado da Coca-Cola, receberá a 291• edição do ‘Bazar...

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE