Greve: SINTEAM recorre da decisão judicial e nova manifestação é marcada para segunda (22)

Imagem: Reprodução da Internet
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (SINTEAM) vai recorrer da liminar assinada pelo desembargador Elci Simões que determina a suspensão da greve da categoria, iniciada no último dia 15. O anúncio foi feito hoje pela presidente do sindicato, Ana Cristina Rodrigues, em coletiva de imprensa.

Publicidade

Até o momento, ela não foi notificada oficialmente pela justiça.

A justiça publicou uma certidão no Diário Oficial afirmando que a organização ‘já sabia do inteiro teor da decisão’ e declarou ‘os manifestantes do dia 15’, na Praça da Matriz, como intimados da decisão judicial.

“Nossa greve é legal. Cumprimos todos os requisitos. Realizamos assembleia específica, avisamos Seduc, governo e sociedade com 72h de antecedência. O direito à greve é previsto na Constituição Federal. O diálogo cessou. Estamos pedindo uma conversa com o governador há 4 meses e não temos data para isso acontecer”, afirma a presidente do SINTEAM.

Hoje pela manhã, a presidente do SINTEAM esteve na assembleia do Sindicato dos Peritos da Polícia Civil e declarou apoio aos trabalhadores. Os peritos também afirmaram apoiar e reforçar a luta dos educadores.

Sobre o corte no ponto dos trabalhadores grevistas, o sindicato afirma que vai recorrer até as últimas instâncias e denunciar o assédio moral por parte da SEDUC e Governo. “Essa medida prejudica os estudantes, na medida em que impede que os professores reponham as aulas. Nós temos compromisso com a educação e vamos brigar para repor conteúdo e aula para que nenhum estudante saia prejudicado”, declarou.

Ato Público na Ponte
Na próxima segunda-feira, dia 22, às 9h, o SINTEAM e comando de greve realiza uma nova manifestação, desse vez, na ponte Rio Negro. “A ponte é uma símbolo do nosso estado. Vamos aproveitar para chamar os trabalhadores de Iranduba, Manacapuru, Novo Airão e dos demais municípios da Região Metropolitana”, afirmou Ana Cristina.

Sobre a negociação com o governo
Não houve convite formal e direcionado para o SINTEAM participar de uma rodada de negociação na próxima segunda-feira, como vem sendo noticiado pela imprensa. “Estamos abertos ao diálogo com o governador. Mas não fomos convidados para a reunião do dia 22”, disse a presidente.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias