Caso Flávio: fornecedor de drogas de Alejandro Valeiko presta depoimento à polícia

WhatsApp Image 2019-11-04 at 17.24.01
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs) colhe na tarde desta segunda-feira (4/11) o depoimento de Matheus de Moura Martins, de idade não informada, após a prisão dele. Nesta terça-feira (5/11) o titular da especializada deve dar detalhes sobre a prisão do homem, em um coletiva de imprensa.

Publicidade

Matheus foi preso nesta segunda-feira no Centro da capital após ter sido citado no caso da morte do engenheiro Flávio Rodrigues, que tinha 42 anos, como fornecedor de drogas para Alejandro Valeiko, principal nome ligado à morte do engenheiro. Alejandro que é filho da primeira-dama do município e enteado do prefeito da capital. Matheus teria estado com Alejandro e demais suspeitos de envolvimento no crime, quando aconteceu o assassinato do engenheiro Flávio, no dia 29 de setembro deste ano.

A pedido da Polícia Civil a Justiça do Amazonas prorrogou o inquérito policial conduzido pela Delegacia de Homicídios, por mais 30 dias. A prisão temporária de 5 dos 6 envolvidos também foi prorrogada por mais 30 dias. Apenas o cozinheiro italiano Vittorio Del Gatto não teve a prisão prorrogada e foi posto em liberdade na última sexta-feira (1o/11).

A polícia ainda trabalha para elucidar o caso.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias