MAUS CAMINHOS: José Melo passa por interrogatório na Justiça Federal

Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

José Melo chegou nesta manhã de quinta-feira (8), na sede da Justiça Federal, para ser interrogado no processo da Maus Caminhos, alvos das fases denominadas “Custo Político” e “Estado de Emergência”.

Publicidade

O ex-governador estava acompanhado do advogado, José Cavalcanti. Ele se esquivou de falar com a imprensa, e repetiu o discurso da última terça-feira, quando estava acompanhando a esposa e ex-primeira dama Edilene Oliveira em seu interrogatório, de que não poderia falar com os jornalistas.

A Justiça Federal iniciou na terça-feira uma série de audiências dos réus no processo da Operação Maus Caminhos. Além da ex-primeira dama, cinco ex-secretários da gestão de Melo foram ouvidos: Evandro Melo (Administração), Raul Zaidan (Casa Civil), Afonso Lobo (Fazenda), Pedro Elias e Wilson Alecrim (Saúde).

OPERAÇÃO MAUS CAMINHOS

José Melo foi preso pela Polícia Federal na manhã do dia 21 de dezembro de 2017, durante a operação Estado de Emergência, uma das fases da operação Maus Caminhos. Melo foi preso no sítio de sua propriedade, localizado em um ramal no município de Rio Preto da Eva, na Região Metropolitana de Manaus.

Cinco dias depois da prisão, Melo chegou a ser liberado, mas foi preso novamente no último dia de 2017, após decisão da juíza federal Ana Paula Serizawa.

LEIA MAIS

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias