Notícia de suposto fechamento do Pronto-socorro 28 de Agosto é considerada “Fake News” e tirada do ar pela Justiça

hospital-28-agosto
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | Uma notícia propagada no site de notícias Portal do Generoso e nas redes sociais pelo proprietário do portal, Marcelo Generoso, dizendo que o Hospital 28 de Agosto havia fechado as portas por falta de leitos foi considerada ‘Fake News” pela justiça do Amazonas e retirada do ar neste domingo, dia 18/10, atendendo a uma ação movida pelo Governo do Amazonas. A liminar expedida pelo Juiz Cassio André Borges dos Santos, proíbe ainda o site de divulgar nova informação com esse teor, sob pena de multa de R$ 10 mil.

Publicidade

O juiz considerou que a ‘fake news” tem impacto direto na saúde pública, ao propagar desinformação, com o objetivo de criticar o governo e incitar a população a não procurar o Pronto-socorro.

“O Pânico que a notícia veiculada pelo réu pretende pode causar prejuízo no atendimento ao público, cuja postagem na internet incita a população a não procurar o Hospital Pronto-Socorro 28 de Agosto a fim de criticar a atual gestão governamental, com prejuízo direto à população”.

GENEROSO SE DIZ SURPRESO

Em suas Redes Sociais o Blogueiro se disse surpreso com a decisão da justiça e afirma ter provas de que o hospital está de “portas fechadas”:

Fui surpreendido com a decisão do juiz Cássio Borges,que cedeu tutela antecipada ao governo do Amazonas e, ordenou que eu exclui-se a matéria da falta de leitos no 28 de agosto. Informo ao tribunal que, já cumpri a decisão porém, recorrerei ao STF se for necessário. Tenho áudio e mensagem de pacientes. Tenho conversa com secretário da capital…” diz trecho da nota.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias