Novo ministro da Educação vai ao Planalto para oficializar demissão do MEC

12
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Governo | Na tarde desta terça-feira (30) o atual ministro da pasta da Educação, Carlos Decotelli, segundo informações do Estadão, teria ido ao Palácio do Planalto oficializar seu pedido de demissão do MEC, através de carta pedindo sua exoneração após seu histórico de ensino ser duramente questionado e desmentido não só no Brasil, mas também em outros países.

Publicidade

Decotelli foi nomeado ministro da Educação na última quinta-feira (25), mas após entidades de ensino tomarem ciência de seu currículo, começaram a divulgar sobre as incoerências apresentadas nele.

Bolsonaro já havia se irritado com as informações de que seu novo ministro estava virando uma ‘piada’ na internet. Carlos Decotelli além de ter fortes indícios de seu mestrado ter sido um plágio, seu doutorado e pós-doutorado foram questionados por instituições estrangeiras.

Existem nomes que já estão sendo cotados para a substituição de Decotelli, mas nada ainda foi confirmado.

Com informações do Estadão*

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias