Nelson Teich visita Manaus e MS reforça apoio ao Amazonas, atendendo pedido do governador Wilson Lima

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM I O Ministério da Saúde (MS) reforçou o auxílio ao Governo do Amazonas para o combate à Covid-19. O pedido foi feito pelo governador Wilson Lima por meio de ofícios e reuniões com a equipe do ministério e com o titular da pasta, Nelson Teich, que desembarca hoje (03/05) em Manaus, acompanhado do secretário executivo do MS, general Eduardo Pazuello.

Publicidade

Ao todo, o Estado receberá o reforço de 267 profissionais de saúde contratados pelo MS, que também encaminhou 244 mil unidades de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), 25 respiradores do tipo invasivo, usados em leitos de UTI, e 20 respiradores de transporte, destinados a cuidados intermediários e transferências hospitalares.
Para Wilson Lima, o reforço amplia a capacidade de atendimento na rede estadual de saúde. Na semana passada, o governador solicitou inclusive uma reunião em Brasília com o ministro, que decidiu vir a Manaus para acompanhar de perto o esforço que tem sido feito.

“O Ministério da Saúde tem sido muito sensível à situação do Amazonas, à verdadeira guerra que estamos travando contra o novo coronavírus. Essa ajuda chega em muito boa hora, e o Estado do Amazonas é muito grato pelo reforço que estamos recebendo do ministério”, afirmou o governador, que, na tarde deste domingo, se reúne com o ministro Teich e sua equipe na sede do Governo.

A articulação de apoio do Governo Federal tem sido permanente, segundo Wilson Lima, e foi reforçada nas últimas semanas com o envio de pedidos formais ao Ministério da Saúde e também em reunião com o ministro Teich e equipe.
No dia 28 de abril, em videoconferência com o ministro, o governador e a secretária de Saúde, Simone Papaiz, conversaram sobre as dificuldades do Governo do Estado em enfrentar a pandemia, diante do número crescente de casos.

“Nossas principais necessidades são aquelas já apresentadas aqui, sobretudo a questão dos respiradores. Temos tido reuniões constantes com o Ministério da Saúde para podermos avançar nesses itens. Ontem conversei com o general Pazuello, que me falou do plano que está sendo construído para o Amazonas para que possamos combater o coronavírus”, frisou Wilson Lima durante a videoconferência do dia 28 de abril.

Na ocasião, o general Eduardo Pazuello solicitou aos Estados a elaboração de planos de contingência, e destacou que o Amazonas é o Estado mais adiantado nesse sentido. “Mapear informações é fundamental para fazermos o planejamento mais adequado para cada lugar, e o Amazonas hoje é o Estado em que temos o plano de ação mais pronto e desenhado. Por isso, já temos algumas medidas para passar para vocês”, afirmou o secretário executivo sobre o apoio que já está chegando ao Amazonas.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Acompanhe a Covid-19 no Amazonas

Receba a seleção das melhores notícias

BABADO FORTE