Secretário de Vigilância em Saúde anuncia que deixará a pasta nesta segunda (25)

9
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Brasil I O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, anunciou que deixará a pasta na próxima segunda-feira (25/5). Wanderson foi peça chave na gestão de Luiz Henrique Mandetta e planejava deixar o cargo antes mesmo da saída do ex-ministro. Em uma mensagem enviada a grupos de Whatsapp do Ministério da Saúde, Wanderson oficializou a informação. 

Publicidade

“Amanhã, dia 25/05, deixarei definitivamente a função de Secretário de Vigilância em Saúde. A decisão foi tomada em 15/04, antes mesmo da saída do Ministro Mandetta a quem sou eternamente grato”, disse o secretário na mensagem. 

Wanderson já tinha pedido para sair do Ministério da Saúde assim que os rumores sobre a saída de Mandetta começaram a crescer. No entanto, Mandetta, na sua última coletiva de imprensa, em 15 de abril, informou que não aceitou a demissão do secretárioContinua depois da publicidade

Na mensagem enviada aos servidores da pasta, Wanderson disse que desde a chegada de Nelson Teich, agora também ex-ministro da Saúde, colocou o cargo a disposição. “Ele (Teich) me pediu para ficar mais algumas semanas. Assim procedemos e combinamos que após minhas férias em 20/05, iríamos acertar a data da publicação da exoneração”, explicou. 

O secretário de Vigilância em Saúde deixa o ministério em meio ao crescimento exponencial de casos e mortes da covid-19. O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, que acertou a exoneração de Wanderson na última quarta-feira (20/5), pediu para que o secretário continue ajudando no combate ao novo vírus. 

Wanderson afirma que continuará “com o maior prazer”. “Somos da mesma instituição, Ministério da Defesa e nós conhecemos desde janeiro de 2019 onde conheci seu trabalho a frente da operação acolhida.”

Fonte: Correio Braziliense

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias