Filhos ficam 3 dias com pais mortos em casa achando que eles dormiam

Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

PAÍS | Dois filhos, uma menina, de 5 anos, e seu irmão, de apenas 1 ano, passaram três dias com os pais mortos dentro de casa acreditando que o casal dormia. O caso aconteceu em São Petersburgo, na Rússia e só foi descoberto após Alexander e Viktoria Yakunin ficaram incomunicáveis e acabarem perdendo encontro com a família.

Publicidade

Os parentes só conseguiram contato quando a filha de cinco anos do casal atendeu uma ligação da tia Natalia Bakulina, de 36 anos. A criança, que cuidava sozinha do irmão de um ano de idade, disse que seu pai, de 30 anos, e a mãe, 25 anos, estavam “dormindo” fazia muito tempo e acrescentou ainda que o homem “tinha ficado todo preto”.

Pais encontrados mortos

Preocupada, a tia das crianças foi até o apartamento e encontrou o casal morto na cama. “Eu corri… e vi tudo. Eu caí e gritei “, recordou a mulher, segundo o site britânico Mirror. Em seguida, a emergência e a polícia foram acionadas.

A tia levou os filhos do casal do apartamento que estão agora sob os cuidados do pai de Alexander.

A causa suspeita da morte é intoxicação alimentar após consumo de uma conserva de picles contaminado com toxina botulínica, substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Segundo a polícia, um frasco de picles dado pela avô de Alexander estava aberto na cozinha.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

Clique AQUI e saiba as vantagens em ser MEMBRO!

Informações: Catraca Livre

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias