Morre Zeca Borges, criador do Disque Denúncia

O coordenador do Disque Denúncia, Zeca Borges, fala sobre a parceria com The Staff of Security, que passa a compartilhar seu banco de dados de foragidos da justiça com câmeras de segurança que utilizam sistema de reconhecimento facial.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
PATROCINADO
O Brasil ocupa a 2ª posição no mundo entre os países que mais registram casos de hanseníase, doença...

PAÍS| O fundador do Disque Denúncia, Zeca Borges, morreu hoje (3) aos 77 anos. O serviço criado por ele, em 1995, tornou-se uma referência na coleta de informações contra atividades criminosas e na busca por foragidos da Justiça, de forma anônima e oferecendo recompensas, em parceria com o governo fluminense.

“O Rio perde o gaúcho mais carioca e apaixonado por essa cidade. E nós, perdemos um grande líder e um amigo Zeca, seu legado jamais será esquecido. Continuaremos firmes na missão que nos foi dada”, publicou o programa Disque Denúncia, em seu perfil no Twitter.

O programa acabou sendo levado também a outros estados e países. O governador do Rio, Cláudio Castro, divulgou uma nota em que exalta o trabalho de Zeca no combate à criminalidade no estado.

“O Rio de Janeiro perdeu um dos maiores defensores da paz e da justiça em nosso estado. Zeca Borges criou e coordenou o Disque Denúncia, uma das mais poderosas ferramentas à disposição da sociedade, que ajudou a prender mais de 20 mil criminosos. Uma iniciativa pioneira e inestimável para a segurança pública tão bem sucedida que foi levada a outros estados e países. Expresso minha gratidão pelo trabalho fundamental e pelo legado que Zeca nos deixou e minha profunda solidariedade à família e aos amigos”.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
MANUAS-AM| Agora a vacina contra a Covid-19 está disponível para crianças de 5 a 11 anos. Em Manaus,...

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias