Cobranças indevidas de instituições financeiras podem gerar indenizações

yOzRvRdA

Não precisa ir muito longe, certamente você conhece alguém que já teve problemas com bancos, não é mesmo? E essa é a realidade da maioria dos Amazonenses. Isso porque, cada vez mais, aumenta o número de consumidores com dificuldades em arcar com financiamentos e empréstimos bancários.

Devido ao momento econômico do país, em que a renda das famílias caiu significativamente e o desemprego está em alta, essa é uma tendência que deve crescer. A consequência disso são juros altos praticados pelos bancos e uma série de taxas ilegais.

É certo que cobrar tarifas é uma das principais receitas de uma instituição financeira — e não há problema quanto isso. Mas, em muitos casos, o banco faz uma cobrança indevida dessas tarifas, e isso confunde o consumidor.

São situações como essas que fazem que os bancos estejam no topo da lista de ações judiciais devido à insatisfação e alguns erros cometidos com clientes.

Não fui informado previamente sobre a existência de uma tarifa, já paguei e agora?

Se você não foi informado de que determinada tarifa existe, a cobrança dela é indevida. E há ainda a possibilidade dessas tarifas não serem autorizadas pelo Banco Central, nesse caso também é considerada indevida.

A boa notícia é que a restituição dos valores pode ser reivindicada. Você pode entrar com uma ação e solicitar a restituição de todos os valores que foram pagos ao banco de forma indevida.

Uma ferramenta importante que tem ajudado os consumidores no Amazonas é a plataforma Exija que conta com uma equipe de advogados especialistas e que estão prontos para te atender.

A plataforma é simples e intuitiva. Tudo é feito através de um serviço de análise e identificação de abusividades cometidas por instituições bancárias. De maneira eficiente, a plataforma conecta o consumidor à profissionais especializados na solução desses problemas.

Você paga a taxa de serviço apenas depois de receber a sua indenização. Se não ganhar, você não paga nada.

Acesso o link https://exija.com.br e em poucos cliques você consegue descobrir seus direitos.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
Não precisa ir muito longe, certamente você conhece alguém que já teve problemas com bancos, não é mesmo?...

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE