MANUTENÇÃO DA ZFM É APRESENTADA COMO PAUTA

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | A importância da Zona Franca de Manaus para preservação ambiental da Amazônia foi apresentada ao vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão, durante reunião com o deputado federal do Amazonas, Delegado Pablo. Mourão é o presidente do Conselho Nacional da Amazônia.

Publicidade

O encontro aconteceu na tarde de ontem, em Brasília, e serviu para que o deputado e o vice-presidente conversassem sobre os ataques sofridos pela ZFM.

Delegado Pablo é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Amazônia, que reúne mais de 280 deputados e senadores do Congresso Nacional. O parlamentar levou um estudo técnico que mostra como a ZFM contribuiu, ao longo de 50 anos, para manter a preservação ambiental na região.

Pablo revelou também a preocupação dos amazonenses com a ameaça de várias empresas deixarem a ZFM por causa das vantagens tributárias oferecidas por outros Estados.

No mês passado, a empresa japonesa Sony anunciou que deixará o Amazonas. As linhas de montagem de televisores, aparelhos de som e vídeo games serão desativadas até o final de 2021, informou a empresa.

General Mourão recebeu do deputado os dados técnicos e a lista de empresas que podem deixar a ZFM. Na reunião estavam também o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletrônicos (Eletros), José Nascimento Júnior, e o diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria de Refrigerantes (ABIR), Alexandre Horta.

Segundo o vice-presidente, o governo Federal reconhece o papel das empresas instaladas na Zona Franca para manter a Amazônia preservada.

Para garantir a continuidade do polo industrial, bem como dar garantia aos investimentos privados, o vice-presidente comprometeu-se em colocar a ZFM como uma das pautas principais do Conselho da Amazônia.

O objetivo é deixar claro aos investidores que sem a Zona Franca é impossível executar uma política de preservação ambiental de forma eficiente na região.

Ao final da reunião, Delegado Pablo colocou a Frente Parlamentar em Defesa da Amazônia para atuar em conjunto com o Conselho da Amazônia. A ideia é compartilhar informações e dados técnicos que permitam o combate ao desmatamento e, principalmente, garantam o desenvolvimento racional da região.

“Nossa frente parlamentar está pronta para unir forças ao Conselho da Amazônia. O objetivo é levar mais dignidade e oportunidades aos moradores da região”, afirmou Pablo.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Acompanhe a Covid-19 no Amazonas

Receba a seleção das melhores notícias

BABADO FORTE