Assaltantes trocam tiros com policiais após roubo de carro e um dos bandidos é baleado e morre

Imagem: Reprodução da Internet
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | Andrews Teixeira Carvalho, de 29 anos, acabou morto ao ser atingido com um tiro nas costas após um assalto em que ele participou como motorista de um veículo roubado. Houve troca de tiros entre o trio de criminosos e policiais militares que iniciaram acompanhamento contra os suspeitos.

Publicidade

De acordo com a polícia, Andrews e mais dois suspeitos teriam marcado um encontro com uma vítima que foi até o local dirigindo e acreditando que estaria ali para vender o veículo, mas ao chegar no ponto marcado a mulher foi surpreendida pelo trio que anunciou o assalto, que aconteceu na tarde desta quarta-feira (4), na comunidade Fazendinha, situada no bairro Cidade de Deus, zona Norte da capital.

Ainda com a vítima dentro do carro, o trio levou o veículo identificado até o momento apenas como um modelo Classic de cor prata. Uma viatura da 30a Companhia Interativa Comunitária de Polícia (Cicom) que passava pela área percebeu a movimentação suspeita e decidiu abordar o bando mas os assaltantes revidaram contra o patrulhamento com disparos de arma de fogo.

Houve troca de tiros entre os criminosos e a polícia que acabou atingido Andrew. O suspeito já respondia a processo na Justiça em regime semiaberto por outros crimes, e no momento da ação usava uma bolsa de colostomia, resultado de uma cirurgia plástica feita em janeiro de 2020 após uma também troca de tiros. Os outros dois suspeitos fugiram do local.

Andrew foi atingido com um tiro nas costas e ainda foi encaminhado com vida ao Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, na zona Leste da cidade. Já na unidade médica, o suspeito não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no setor de emergências.

A mulher que inocentemente levou o carro até o trio escapou sem maiores danos físicos além dos psicológicos. A vítima registrou o crime no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e as autoridades buscam agora pelo paradeiros dos dois suspeitos que fugiram da cena do crime.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias