Audiência de instrução é concluída nesta terça (26) com interrogatório de Elizeu da Paz

Sem título
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
PATROCINADO
MANAUS | Nas últimas semanas diversas cidades brasileiras começaram a divulgar prazos para o fim do uso da...

CASO FLÁVIO | Por volta das 10h40, da manhã desta terça (26), o juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, concluiu a audiência de instrução que trata do homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos.

Durante esta esta manhã, o interrogado foi o réu Elizeu da Paz, que começou às 9h34 e encerrou às 10h40. O réu respondeu apenas as perguntas formuladas pelo juiz Celso Souza de Paula, se negando, por orientação da defesa, a responder as perguntas do promotor de Justiça Marcelo Almeida. Elizeu também respondeu às perguntas de sua advogada.

A retomada da audiência aconteceu na segunda-feira (25) com a oitiva de três testemunhas de defesa, ainda no horário da manhã, e também iniciado o interrogatório dos réus. Dos cinco acusados, quatro foram interrogados ainda na segunda-feira, ficando apenas Elizeu da Paz para esta terça. A audiência foi presidida pelo juiz de Direito da 1.ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Celso Souza de Paula.

Imagem: Reprodução

Com o encerramento da audiência de instrução, o magistrado explicou que, após concluídas as diligências solicitadas pela defesa dos réus, vai abrir prazo para as partes – acusação e defesa – apresentarem os memoriais finais. Em seguida, o processo ficará concluso para a sentença de pronúncia ou impronúncia. Questionado sobre uma data de julgamento pela imprensa, o magistrado explicou que isso só poderá acontecer após o trânsito em julgado da Sentença de Pronúncia, caso o réu seja pronunciado para ir a júri popular.

“Não há como prever, pois tanto da sentença de pronúncia ou impronúncia, cabe recurso. Havendo pronúncia, quem for pronunciado pode recorrer da sentença; do mesmo modo, se um dos réus for impronunciado, o Ministério Público também poderá recorrer”, explicou Celso de Paula. O juiz disse também que vai analisar o pedido da defesa dos réus Elizeu da Paz e Mayc Paredes, que solicitaram o relaxamento da prisão destes.

Por: Assessoria de Imprensa

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
MANAUS-AM| Em todo o Amazonas, já foram aplicadas quase 5 milhões de doses contra a Covid-19. E para...

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias