Chico Preto diz que fala de perito é grave e cobra resultado de sindicância da prefeitura sobre o ‘Caso Flávio’

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | O vereador Chico Preto (Democracia Cristã) chamou de grave a fala do perito Ricardo Molina, que em vídeo divulgado nas redes sociais no último domingo (9), colocou em xeque a lisura do “Caso Flávio”, ao dizer que não aceitou participar da defesa de Alejandro Valeiko – enteado do prefeito Arthur Neto – e que “sabe o que está por trás desta história”.

Publicidade

“Eu não aceitei o caso do Alejandro e deixo para vocês pensarem porque não aceitei. Talvez seja pelo mesmo motivo que não aceitei o do Nardoni. Então cuidado com o que falam porque eu sei o que está por trás desta história”, ameaçou o perito.

Captura de Tela 2020 02 12 às 15.42.01

Diante do fato, o vereador disse ser razoável constatar que a sindicância aberta pela Prefeitura de Manaus para apurar a participação de servidores e veículos no caso, não tenha sido isenta.

“O (Ricardo) Molina disse que recebeu pressão para manipular seu conhecimento técnico. Diante disso, é razoável que a sindicância da Prefeitura não tenha sido isenta”, destacou.

Chico Preto cobrou, também, a cópia da conclusão da sindicância, que desde o dia 17 de dezembro do ano passado, por meio do ofício 088/2019, foi solicitada da Casa Militar da Prefeitura e até o momento não enviada.

“É estranho e revoltante a Prefeitura até hoje não ter mandado a cópia da sindicância”, finalizou.

Últimas informações ao vivo:

Receba a seleção das melhores notícias

Outros assuntos interessantes: