Três testemunhas e quatro réus marcam o 1° dia da audiência de instrução do Caso Flávio

Imagem: Divulgação/ Tjam
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
PATROCINADO
MANAUS | Nas últimas semanas diversas cidades brasileiras começaram a divulgar prazos para o fim do uso da...

MANAUS – AM | Durante a segunda-feira (25), a retomada da audiência de instrução que trata da morte do engenheiro Flávio Rodrigues, tiveram os trabalhos encerrados pouco mais de 15h30 da tarde.

Em meio aos trabalhos, durante a manhã realizada a oitiva de três testemunhas de defesa, e também iniciado o interrogatório dos réus. Dos cinco acusados, quatro foram interrogados nesta segunda. Os trabalhos prosseguem nesta terça-feira (26) com o último réu, a partir das 9h da manhã.

Imagem: Reprodução/ Tjam

A primeira testemunha de defesa começou a falar às 9h59 e foi ouvida até 10h15. Em seguida, o depoimento da segunda testemunha foi iniciado, falando até 11h15. A terceira testemunha começou a falar às 11h20, através de depoimento por videoconferência, e terminou às 11h36.

A partir daí começou a fase de interrogatórios dos réus, a partir de 11h48. Paola Valeiko, foi a primeira a ser interrogada, através de videoconferência, entretanto, por orientação do seu advogado, manteve-se em silêncio. Houve um intervalo para o almoço e a audiência foi reiniciada às 13h08, com o interrogatório do réu José Edvandro Martins de Souza Júnior, que falou até 14h50.

Foto: Reprodução

Alejandro Valeiko, que foi interrogado a partir das 14h54, foi orientado pelo seu advogado a não responder as perguntas. O réu Mayc Parede foi o último a ser interrogado na audiência. Com ele, o juiz finalizou os trabalhos desta segunda-feira.

Nesta terça-feira (26), a audiência será reiniciada com o interrogatório presencial do quinto e último réu, Elizeu da Paz de Souza, que encontra-se em tratamento de saúde, mas participará presencialmente da audiência.

Os trabalhos estão acontecendo no Fórum de Justiça Ministro Henoch Reis, localizado na avenida Jornalista Umberto Calderaro Filho, bairro de São Francisco, Zona Sul de Manaus.

Após essa fase de interrogatórios, o juiz abre prazo para os memoriais finais do Ministério Público Estadual e defesa e então o processo estará concluso para Sentença de Pronúncia ou Impronúncia.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
MANAUS-AM| Em todo o Amazonas, já foram aplicadas quase 5 milhões de doses contra a Covid-19. E para...

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias