Discussão por uso de máscara causa morte de músico em Manaus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | Um músico identificado como Manoel Ricardo da Silva Oliveira, que hoje estaria completando 36 anos de idade, foi assassinado com um golpe de faca no coração, após uma discussão por uso de máscara de proteção em uma ilha gelada no Bairro Compensa, zona Oeste da capital, na noite desse domingo (10).

Publicidade

Segundo a família, Manoel estava comemorando o Dia das Mães e o aniversário que seria nesta segunda-feira (11), saiu para comprar mais bebidas em uma ilha gelada na avenida Coronel Cyrilo Neves, chegando no local ele teria tido um desentendimento com um homem que não foi identificado por não estar usando máscara.

Após a discussão o músico entra no seu veiculo, e o suposto assassino começa a chutar o carro com agressividade, nessa hora a vítima sai do carro para tirar satisfações e é atingida com um golpe de faca que atingiu o coração.

Manoel ferido saio correndo em direção ao Serviço de Pronto Atendimento SPA Joventina Dias, que fica proximo a cena de crime, mas cai no chão e é socorrida por uma mulher que o leva para a unidade de saúde.

De acordo com a enfermeira que socorreu a vítima na unidade hospitalar, o mesmo já chegou sem vida no no SPA.

O autor do homicídio do músico fugiu do local, e até o momento não foi identificado. De acordo com o Tenente Cassio da 8 ° Companhia Interativa comunitária (Cicom), fato aconteceu por volta das 21h da noite. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), esteve no estabelecimento solicitando as imagens das câmeras de segurança para começar da continuidade nas investigações.

Manoel Ricardo era Músico Tecladista, trabalhou como professor de música na Secretaria de Cultura, e atuava como fiscal na Ordem dos Músicos do Brasil no Amazonas.

O corpo foi velado durante três horas, na casa em que ele morava com sua esposa Renata Oliveira com quem teve um filho, hoje com 3 anos de idade.

O enterro foi realizado as 15h30, no cemitério Nosa Senhora Aparecida, localizado na avenida do Turismo, bairro Tarumã zona Oeste Cidade.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Acompanhe a Covid-19 no Amazonas

Receba a seleção das melhores notícias

BABADO FORTE