Dois homens são presos e menor apreendido suspeitos de cometer arrastões no Centro de Manaus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
WhatsApp Image 2020-05-01 at 14.19.50


Manaus-AM | Dois homens foram presos presos e um adolescente foi apreendido, suspeitos de praticar arrastões no Centro de Manaus.

Publicidade

A ação foi coordenada por Policiais Militares da 24° Companhia Interativa comunitária (Cicom) e aconteceu no início da tarde desta sexta-feira (1/5).

Os maiores de idade são: Bruno Nascimento Oliveira, de 24 anos, e Jherio Oliveira dos Reis, 18 anos.

De acordo com o tenente Viana, os indivíduos fizeram um assalto na semana passada e através de vídeos de imagens das câmeras de segurança do local foi possível identificar os três. Nas imagens eles cercam um senhor de idade e tiram o cordão e levam os demais pertences da vítima. Os policiais da 24° Cicom já estavam na cola dos indivíduos que já são conhecidos por praticarem assaltos no Centro, informou o tenente.

Ainda de acordo com eles, por volta de 13h os assaltantes voltaram a agir, fizeram uma nova vítima nas proximidades do Mercado Municipal Adolpho Lisboa, eles roubaram o cordão de um homem e na hora da fuga, o menor de idade foi interceptado pela população que o agrediu com pernadas e socos, mas conseguiu se livrar e empreendeu fuga. Segundo Viana, o adolescente já havia sido preso anteriormente na comunidade do Céu – Centro da capital, por tráfico de drogas.

Foi através do adolescente que os policiais chegaram até o local onde puderam encontrar Kevin, que foi preso no bairro Morro da Liberdade – zona Sul. Ele estaria com o cordão da vítima, e logo apontou o local onde Bruno estava escondido.

Ainda segundo a polícia, o alvo dos criminosos são pessoas idosas que estão sozinhas, eles andam de trio para felicitar na hora de retirar o cordão das vítimas. De acordo com a PM, os três infratores já têm passagens pela polícia por roubo e tráfico de drogas, Jherio teria confessado aos policiais ter cometido um latrocínio no ano passado, o que ainda será investigado pela Polícia.

Após passar pelo Serviço de Pronto Atendimento (SPA), os indivíduos foram conduzidos ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), no Bairro Praça 14 de Janeiro, para os procedimentos cabíveis.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias

BABADO FORTE