Guerra de facções: Líder do CV é executado no Petrópolis; outro alvejado por tiros morreu no hospital

WhatsApp Image 2020-07-26 at 00.39.17
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | Hudson Pereira da Silva, vulgo “Feio”, 31 anos, foi assassinado a tiros na noite desse sábado (25) na rua Dom Jackson Damasceno, no bairro Petropólis, na zona Sul da capital.

Publicidade

Executado

De acordo com informações repassadas para a polícia, Hudson seria um dos líderes da facção criminosa e comandava bocas de fumo na comunidade São Sebastião.

Captura de Tela 2020 07 26 às 10.59.13
Líder do CV executado no Petrópolis

Já Nailson de Souza Rocha, de 33 anos, também foi atingido com vários tiros, foi socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a 3a Companhia Interativa comunitária (Cicom), que atendeu a ocorrência, homens que ocupavam um veículo de cor preta, modelo e placa não identificada, efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a dupla que estava em via pública.

Após cometerem o crime, o carro saiu em rumo ignorado e os autores não foram identificados, Hudson morreu na hora e Nailson atingido com quatro tiros no abdômen ainda chegou a ser socorrido levado ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, na zona Centro-Sul da cidade, mas acabou não resistindo.

A possível motivação para os homicídios é a disputa pelo tráfico de drogas.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) esteve no local apurando os fatos, através do delegado plantonista Guilherme Antoniazzi, logo em seguida houve a perícia e os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML).

APOIE O IMEDIATO

Clique aqui

Veja também:

Integrantes de facção atiraram cerca de 70 tiros contra rivais

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias