Homem é acusado de matar o próprio irmão com tiro no peito e golpes na cabeça, no bairro Compensa 3

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus-AM | Um homem identificado como Darlisson Marinho Pontes, de 30 anos, foi assassinado com um tiro de arma de fogo de fabricação caseira, na manhã desta segunda-feira (29), e o próprio irmão é apontado como suposto assassino. O crime aconteceu na rua 8, Conjunto Vila Marinho no Bairro Compensa 3, zona Oeste da Cidade.

De acordo com os policiais da 8° Companhia Interativa comunitária (Cicom), Darlisson ainda chegou a ser levado em uma caminhonete modelo Pampa até o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) – Joventina Dias, onde foi abandonado na entrada por pessoas não identificadas. Os médicos que atenderam a ocorrência informaram que ele já chegou sem vida.

Segundo os relatos de Antônio Almeida Rocha, de 49 anos, vizinho da família, Darlisson era filho adotivo e agredia com frequência os pais, que acabavam passando a mão no comportamento desrespeitoso do filho, mas o filho legítimo identificado como Douglas Marinho Pontes, não gostava das atitudes do irmão e passou a ameaçá-lo de morte, caso continuasse a agredir os pais.

Durante a manhã de hoje, por volta das 7h a vítima teria começado as agressões novamente contra a mãe, e o Douglas se amou com uma arma de fabricação caseira, desferiu um tiro na região do tórax e desferiu alguns golpes na cabeça da vítima, e logo em seguida ele fugiu do local.

A mãe da vítima e do suposto assassino, identificada Nargila do Socorro Cardoso Marinho, chegou no SPA e estava muito abalada com o ocorrido. Alguns parentes próximos chegaram a esbravejar que a mulher era a culpada de tudo, por sempre passar a mão na cabeça do filho.

Últimas informações ao vivo:

Receba a seleção das melhores notícias

Outros assuntos interessantes: