Membros de facção criminosa são presos por homicídio; vítima foi morta com mais de 15 tiros

WhatsApp Image 2023-02-02 at 11.10.42
PATROCINADO
A ENEVA, em um esforço contínuo para fomentar a educação e o crescimento econômico no Amazonas, lidera uma...

Manaus – AM| A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu na quarta-feira (1º), um quinteto criminoso por envolvimento no homicídio de Paloma Caroline Rebouças Barbosa, que tinha 27 anos.

A vítima foi morta com mais de 15 disparos de arma de fogo na última terça-feira (31) na rua Miako, bairro Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul, ocasião em que os autores adentraram na residência da mesma e efetuaram diversos disparos contra ela.

Segundo informações preliminares, criminosos armados chegaram na localidade em um carro, e logo em seguida invadiram a casa das vítimas efetuando diversos disparos de arma de fogo contra mãe e filha.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado para socorrer a mãe da vitima, identificada como Luciana Rebolsas da Silva, a mesma foi atingida com um tiro no pé.

Os presos foram identificados como Emanuela Gomes da Silva, de 22 anos, Jeferson Araújo de Jesus, 33 anos, João Vitor Aires Viana, de 21 anos, José Guilherme de Lima Santana, de 20 anos e Leandro da Silva Pereira, de 25 anos. Todos foram presos no bairro da União.

“No dia de ontem conseguimos localizar e efetuar a prisão de praticamente quase todos os envolvidos. Prendemos cinco pessoas, eram dois carros envolvidos nesse evento. Estamos analisando se havia mais pessoas envolvidas. O grupo já confessou a participação nesse delito”, disse o delegado Ricardo Cunha, da DEHS.

A respeito da motivação, o delegado informou que ainda estão investigando, visto que a informação apresentada pela família não é o suficiente para que a vítima fosse morta com mais de 15 tiros.

“Estamos levantando envolvimento (da vítima com os presos) com tráfico de drogas, até o momento não encontramos. A motivação que foi levantada pelos familiares infelizmente não nos convenceu. Uma das pessoas presas era inquilina da irmã da vítima e ela disse que estava com o aluguel em atraso, estavam ali em constante discussão entre eles por conta desse atraso. O fato é que essa inquilina levou essas pessoas para assassinar essa vítima e lá foi mais de 15 disparos, não condiz com essa motivação e mesmo porque esses autores todos são envolvidos com organização criminosa”, informou o delegado.

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
Candidatos para cursos técnicos em Silves devem se inscrever a partir desta sexta-feira, dia 5 de abril. São...

Últimas atualizações sobre benefícios

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE