Menino de 8 anos morre esfaqueado ao defender mãe grávida 

WhatsApp-Image-2022-08-17-at-17.50.03
PATROCINADO
A prefeitura está mudando a vida de pessoas que antes residiam sem qualquer infraestrutura em seus bairros e...

PAÍS| Por não aceitar o fim do casamento, um homem acabou destruindo uma família e matando um menino de 8 anos, filho da ex-companheira. O crime aconteceu na noite desta terça-feira (16), no Jardim Santa Clara, em São Paulo. 

A criança foi golpeada ao tentar defender a mãe, que está grávida, das agressões do homem. 

Testemunhas relataram que o suspeito não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da vítima e teria ameaçado ela com a arma.  

Punhal usado para matar criança (Foto: Reprodução)

A mulher de 29 anos tentava se mudar de casa na companhia dos dois filhos, de oito e um ano de idade. No entanto, enquanto a mulher era agredida e ameaçada, o filho de oito anos teria entrado no meio da discussão para defender a mãe e acabou sendo esfaqueado.

Socorro

A criança foi levada ao Pronto Socorro com a ajuda de vizinhos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A mãe teve a perna quebrada, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS).

O homem fugiu, mas foi localizado na região pela Polícia Militar. O suspeito foi preso em flagrante por homicídio às 21h dessa terça-feira (16), em Embu das Artes. Ele foi indiciado e está preso na delegacia da cidade.

As informações são do Dol*

SEJA UM MEMBRO APOIADOR DO IMEDIATO

PATROCINADO
Manaus – AM |Conhecido como “O Gigante do Norte” por ofertar produtos a partir de R$ 1 real,...

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE