Nas redes sociais, homem se passa por adolescente, sequestra e estupra criança

Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – Um homem identificado como Wanderlei Pires dos Santos Junior, de 26 anos foi preso após fingir ser menor de idade para persuadir e depois estuprar uma menina de apenas 11 anos. Ele usava redes sociais para manter contato com a vítima até o dia do crime. A prisão aconteceu na tarde desta terça-feira (25) pela Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Publicidade

As investigações deram conta de que o homem persuadiu a menor de idade por pelo menos uma semana até que o encontro entre os dois acontecesse pessoalmente. O agressor passou a manter contato com a criança por meio de um jogo online onde os participantes interagem em tempo real.

A mãe da menor informou que percebeu o sumiço da filha por volta das 17h do último domingo (23). A menina pediu um táxi por meio de um aplicativo para ir até o endereço informado pelo agressor – Conjunto Cidadão 1, no bairro Cidade Nova – e no local foi estuprada duas vezes pelo homem. A vítima conseguiu fugir do local solicitando outro motorista de aplicativo usando o celular do estuprador, que por um momento foi esquecido perto da garota.

A menina voltou para casa na segunda-feira (24) por volta das 19h. A mãe destacou que ela estava fortemente abalada, visivelmente machucada, suja e com as partes íntimas ainda sangrando. Após registrar a denúncia, a vítima foi atendida e já passou por todos os procedimentos clínicos necessários após o trauma.

Wanderlei Pires dos Santos, foi detido em flagrante na tarde desta teça-feira (25). Ele foi preso na casa onde morava e onde o estupro ocorreu. Ele permanece detido na Depca até à sua audiência de custódia onde ficará a disposição da Justiça.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias