Passageira trava luta corporal com motorista de aplicativo e escapa de abuso sexual

Foto: Reprodução/ Polícia Civil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Manaus – AM | Na tarde desta terça – feira (7), um motorista de aplicativo, que não teve a identidade revelada, foi preso suspeito de roubar, agredir e tentar estuprar uma moça, de 21 anos, ao chegar ao final da corrida. Ele foi preso em sua própria casa, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Publicidade

O caso aconteceu na última segunda – feira (6), por volta de 22h. A vítima saiu do bairro Manôa, em direção ao Colônia Terra Nova, chegando próximo à sua residência, ele teria dito “perdeu! Você sabe que perdeu”, e pulou para o banco de trás já atacando a moça. E então, ela travou uma luta corporal e acabou conseguindo sair e pedir socorro. Em seguida, ele fugiu levando a bolsa e o celular da vítima, já recuperados, segundo informações do delegado do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ricardo Cunha.

A empresa de corrida por aplicativo foi uma das ferramentas utilizada pela Polícia Civil para chegar no suspeito. “A empresa não tem nada a ver com o ato dessas pessoas que se dizem profissionais, que se aproveitam da classe pra praticar delitos”, disse o delegado.

As investigações iniciaram após a vítima registrar a denúncia ainda na noite do crime. A placa do carro foi identificada por imagens de câmera de segurança, e posteriormente, confirmada pela vítima. Uma dificuldade ocorrida, foi que o veículo era usado por vários motoristas, e pra isso foi preciso checar um por um, e foi difícil de chegar nesse infrator.

A Polícia investiga possíveis outras vítimas, mas já identificaram outro roubo.

ÚLTIMAS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O COVID-19 NO AMAZONAS HOJE

Receba a seleção das melhores notícias